2 de novembro de 2017

Bob e Bobette - Ensaio de quadriculografia portuguesa

Ficha técnica:
Aventura
De Nieuwe Standaard, 30 de Maio de 1945
Willy Vandersteen (texto e desenho)
Outros autores: Estúdios Vandersteen
Estreia em PortugalDiabrete #730, 25 de Junho de 1950
Outras publicações: Mundo de Aventuras (1ª fase), Nau Catrineta, Álbum Bonecos Rebeldes


A gentil Bobette vive com a sua tia Sidonie e com a sua boneca Franfeluche, mais tarde, rebaptizada de Fanchon. Um dia, Bobette Sidonie recolhem um rapaz naufragado chamado Bob. A partir de então, Bob e Bobette vivem dezenas de aventuras, viajando no mundo e no tempo através da Télétemps, uma máquina inventada pelo professor Barabas. Este trio é acompanhado pelos vizinhos Lambic e Gerónimo, um homem com uma força hercúlea e uma forma de falar peculiar.

A partir de 1951, a série passa a ser concebida através dos Estúdios Vandersteen, concebido por Willy Vandersteen para produzir as várias séries que havia criado.

Quadriculografia portuguesa:
  • O mistério do quadro flamengo (Le fantôme espagnol), 1948, Diabrete #730 a #866
  • A corneta mágica (Le trompette magique), 1952, Mundo de Aventuras (1ª fase) #240 a #292
  • O paraíso dos cães (Le paradis des chiens), 1962, Bonecos Rebeldes [2007]
  • A dama de ouros (La dame de carreau), 1962, Bonecos Rebeldes [2007]
  • Pepita, a égua doirada (Le cheval d'or), 1969, Nau Catrineta #1 a #61
  • O mistério dos discos voadores (Les Martiens sont-lá!), 1972, Nau Catrineta #62 a #123
[actualizado em 5-1-2015]

Sem comentários:

Enviar um comentário