29 de maio de 2018

Alfredo Castelli - Ensaio de quadriculografia portuguesa

Argumentista
(Itália) Milão, 26 de Junho de 1947

Castelli é um prolífico escritor, investigador, argumentista e especialista em Banda Desenhada. A sua estreia no género dá-se aos 19 anos com a criação de Scheletrino, uma tira humorística publicada como suplemento da revista Diabolik. No ano seguinte escreve e edita aquele que foi o primeiro fanzine italiano sobre BD, Comics Club 104. À sua actividade como argumentista para diversas editoras e publicações, junta também a escrita de guiões para séries televisivas da RAI e para desenhos animados.
Para a revista  Il Corriere dei Ragazzi cria inúmeras histórias e personagens, como Os Aristocratas (onde colabora pela primeira vez com Tiziano Sclavi) e Allan Quatermain, que irá servir de modelo para a criação de Martin Mystère, e em que já é bem evidente o gosto de Castelli por histórias muito bem documentadas que misturam o género fantástico e as teorias da conspiração, com a aventura e a História.
Para a editora Bonelli, Castelli escreve argumentos para Zagor, Ken Parker e Mister No, mas é a criação em 1982 de Martin Mystère, o detective do impossível, que o tornou num dos mais importantes argumentistas italianos em actividade.

Séries publicadas em Portugal:
Aristocratas (Os), Martin Mystère, Sombra (O)

One-shots publicados em Portugal:
  • O piloto fantasma, Attilio Micheluzzi e Castelli, Jornal do Cuto #127
  • Uma descida no Maelstrom (Una disceza nel Maelstrom), 1971, Franco Caprioli e Castelli, Mundo de Aventuras (2ª fase) #28; Álbum Editorial Pública [1986][1]; Álbum Editorial Futura [1987][2];Jornal da BD #253
[1] incluído no álbum "Aventuras no mar"
[2] Incluído no álbum "Os violadores do bloqueio e outras histórias"

[actualizado em 22.09.2018]

Sem comentários:

Enviar um comentário