17 de janeiro de 2017

Luc Orient faz 50 anos - Ensaio de quadriculografia portuguesa

Foi em 17 de Janeiro de 1967 que Luc Orient se estreou nas páginas do Tintin belga com argumento do prolífico Greg e desenho de Eddy Paape.

Luc Orient, o professor Kala e a sua secretária Lora envolvem-se em múltiplas aventuras no campo da ficção científica. Nos primeiros cinco episódios, enfrentam o cruel planeta do planeta Terango. Após terem libertado o planeta, participam no desenvolvimento da cidade científica Eurocristal.

A série mantém-se na revista Tintin até ao seu encerramento com um ou dois episódios por ano. Após a extinção da revista, a série perdeu a sua regularidade, tendo o último álbum (o 18º) sido publicado em 1994. 

Ficha técnica:
Ficção Científica
(Bélgica) Tintin #3/22º ano, 17 de Janeiro de 1967 - Éditions du Lombard, Outubro de 1994
Eddy Paape (desenho) e Greg (argumento)
Estreia em Portugal: Tintin #43/1º ano, 22 de Março de 1969
Outras publicações: Álbum Livraria Bertrand, Selecções do Mundo de Aventuras, Álbum Público/ASA

Ensaio de quadriculografia portuguesa:
  • Os dragões de fogo (Les dragons de feu), 1967, Álbum Público/ASA [2009]*
  • Os sóis de gelo (Les soleils de glace), 1967, Álbum Público/ASA [2009]*
  • O senhor de Terango (Le maître de Terango), 1968, Tintin #43 a #52/1º ano; Álbum Livraria Bertrand [1977]
  • O planeta da angústia (La planète de l’angoisse), 1968, Tintin #49/2º ano a #24/3º ano
  • A floresta de aço (La forêt d’acier), 1969, Tintin #7 a #28/4º ano
  • Os esporos misteriosos (Les spores de nulle part), 1970, Selecções do Mundo de Aventuras #251
  • O segredo das 7 luzes (Le secret des sept lumières), 1970, Álbum Livraria Bertrand [1975]; Tintin #29 a #50/5º ano
  • A cratera dos sortilégios (Le cratère aux sortilèges), 1971, Tintin #7 a #27/7º ano
  • A legião dos anjos malditos (La légion des anges maudits), 1971, Tintin #48/8º ano a #9/9º ano
  • O 6º continente (Le 6ème continent), 1973, Tintin #42/14º ano a #21/15º ano**
  • 24 horas para o planeta Terra (24 heures pour la planète terre), 1972, Álbum Livraria Bertrand [1974]; Tintin #18 a #36/14º ano

* Álbum duplo
** ficou incompleta

Tintin et les soviets - La naissance d'une oeuvre

Foi em 10 de Janeiro de 1929 que nascem no suplemento Le Petit Vingtiéme as aventuras de Tintin pela mão de Hergé. Publicado a preto e branco, "Tintin no país dos sovietes" foi o único episódio das aventuras de Tintin que Hergé não colorizou por  considerar a aventura demasiado politizada, por vezes, com um anti-comunismo primário. Mas, surpreendentemente, a Moulinsart autorizou a sua colorização e no início deste ano foi editado em álbum "Tintin au pays des soviets" totalmente colorido e com uma nova capa.

Aproveitando esta nova edição da primeira aventura de Tintin, Philippe Godin publica a obra "Tintin et les soviets - La naissance d'une oeuvre" que nos revela a génese e os segredos do episódio. Godin apresenta-nos o olhar de Hergé, um jovem de 21 anos, sobre os acontecimentos históricos da revolução soviética, utilizando o humor para nos aproximar da verdadeira realidade.

Tintin et les soviets - La naissance d'une oeuvre, Philippe Godin, Éditions Moulinsart, 163 pp., cor, grande formato, capa mole com badanas, 38,50€

Número de álbuns por editora publicados até 2016 em Portugal

Terminado o ano de 2016 que terminou com 235 edições nacionais de álbuns de banda desenhada, deixamos aqui um ensaio de listagem por editora com mais de 30 obras já publicadas até ao ano transacto em Portugal, segundo a nossa base de dados:


-->
Editora Nº de edições %
Meribérica/Meribérica-Líber 716 15,2%
Edições ASA 640 13,6%
Jornal Público/Edições ASA 304 6,5%
Devir 273 5,8%
Levoir 144 3,1%
Livraria Bertrand 140 3,0%
Gradiva 129 2,7%
Vitamina BD 128 2,7%
Difusão Verbo 112 2,4%
Editorial Futura 108 2,3%
Polvo 107 2,3%
Edinter 102 2,2%
Publicações Dom Quixote 88 1,9%
Planeta Agostini 77 1,6%
Book Tree 69 1,5%
Editorial Salvat 66 1,4%
Bizâncio 63 1,3%
Edições 70 60 1,3%
Correio da Manhã 59 1,3%
Círculo de Leitores 56 1,2%
Jornal Público 56 1,2%
Editorial Pública 55 1,2%
Editorial Íbis 54 1,1%
Agência Portuguesa de Revistas 44 0,9%
Editorial Notícias 43 0,9%
Kingpin Books 41 0,9%
G. Floy 38 0,8%
Arcádia 36 0,8%
Âncora 36 0,8%
Edição de autor 35 0,7%
Witloof 33 0,7%





Barelli - Ensaio de quadriculografia portuguesa

Ficha técnica:
Humorístico
(Bélgica) Tintin #30/5º ano, 27 de Julho de 1950 - Vlaamse Executieve, Outubro 1990
Bob De Moor (argumento e desenhos)
Estreia em Portugal: Flecha #12, 27 de Janeiro de 1955
Outras publicações: Tintin, Álbum Livraria Bertrand

Sempre acompanhado pelo inspector Moreau e da jornalista Randor, o «monsieur» Barelli vive aventuras cómico-realistas nos quatro cantos do mundo.

Ensaio de quadriculografia portuguesa:
  • O atribulado Monsieur Barelli (L’énigmatique monsieur Barelli), 1950, Flecha #12 a #37 
  • Barelli e os agentes secretos (Barelli et les agents secrets), 1963, Tintin #4 a 18/6º ano; Álbum Livraria Bertrand [1979] *
  • O buda amuado (Le bouddha boudant), 1972, Tintin #35 a #49/7º ano; Álbum Livraria Bertrand [1979]*
  • Férias atribuladas (Bonne mine à la mer), 1974, Tintin #30 a #37/9º ano 
  • Barelli e o senhor de Gonobutz (Barelli et le seigneur de Gonobutz), 1976, Tintin #39/11º ano a 1/12º ano
* álbum duplo

16 de janeiro de 2017

Adéle Blanc-Sec - Ensaio de quadriculografia portuguesa

Ficha técnica:
Fantástico
(França) Sud-Ouest, 25 de Janeiro de 1976
Jacques Tardi (argumento e desenho)
Estreia em Portugal: Álbum Livraria Bertrand, Julho de 1978
Outras publicações: Álbum Witloof, Álbum Público/Edições ASA, Álbum Edições ASA


As aventuras decorrem no início do século XX e o episódio inicial leva-nos ao Museu de História Natural de Paris. Após a eclosão de um ovo de um pterodáctilo, Adéle, jovem enérgica e sem complexos, confrontar-se-á com sábios loucos, membros de seitas místico-criminais, além de uma múmia ressuscitada e bestas sanguinárias. Tardi, através das aventuras de Adéle, leva-nos ao místico fantástico de um século novo, confrontado com novas ideias e novas invenções.

Ensaio de quadriculografia portuguesa:
  • Adéle e o monstro (Adéle et la bête), 1976, Álbum Livraria Bertrand [1978]; Álbum Witloof [2003]; Álbum Edições ASA [2010]*
  • O demónio da Torre Eiffel ( La démon de la Tour Eiffel), 1976, Álbum Livraria Bertrand [1978]; Álbum Witloof [2003]; Álbum Edições ASA [2010]*
  • O sábio louco (Le savant fou), 1977, Álbum Livraria Bertrand [1979]; Álbum Witloof [2003]; Álbum Público/Edições ASA [2011]; Álbum ASA [2011]
  • Múmias loucas (Momies en folie), 1978, Álbum Livraria Bertrand [1980]; Álbum ASA [2010]
*Álbum duplo



Inauguração da exposição "Banda Escrita: João Paulo Cotrim - uma exposição em torno do trabalho do argumentista" | 19 de janeiro, Bedeteca da Amadora


15 de janeiro de 2017

William Vance - Quadriculografia portuguesa


Desenhador, Argumentista (Bélgica) 
Anderlecht, 8 de Setembro de 1935

William Vance, pseudónimo de William van Cutsem, faz sua estreia na BD  com algumas ilustrações na versão holandesa da revista Tintin. Os seus primeiros trabalhos são pequenas histórias biográficas. Em 1964, dá início à sua primeira série, Howard Flynn, um oficial da marinha inglesa do século XVIII. Continua com o  western Ringo e com o agente especial Bruno Brazil, escrito por Greg. Depois substitui Gérald Forton na série Bob Morane, publicado em Femmes d'Aujourd'hui, Pilote e Tintin. Na Femmes d'Aujourd'hui, assegura outras séries como SOS NatureMongwyRodric  Ramiro. Com André-Paul Duchateau, produz, em 1976, a série Bruce J. Hawker para as revistas Tintin e Femmes d'Aujourd'hui.
Em 1984, cria o grande destaque de sua carreira, XIII, uma série de espionagem escrita por Jean Van Hamme, baseado no livro de Ludlum de "A Identidade Bourne".  XIII é construído em torno de um personagem em busca de sua verdadeira identidade. Em 1991, regressa ao western, ilustrando Marshall Blueberry, um spin-off (texto de Jean Giraud). Inspirado pela obra de Hans G. KresseWilliam Vance é um artista meticuloso com um grande senso de realismo e de detalhes. Em 2010, anuncia o abandono da BD devido à doença de Parkinson.

Séries publicadas em Portugal:
Blueberry (Marshall), Bob Morane, Bruce J. Hawker, Bruno Brazil, Howard Flynn,  Ramiro,  Ringo, XIII

One-shots publicados em Portugal:
  • O polverello e o presépio de Greccio (Le poverello et la crèche de Greccio), 1962, Vance e Yves Duval, Camarada (2ª série) #36/6º ano
  • A heróica epopeia ds cavaleiros de Malta (L'héroïque épopée des Chevaliers de Malte), 1962, Vance e Yves Duval, Zorro #155 e Pisca-Pisca #12
  • Antoine-Marie Carême: um cozinheiro ideal (Un maître-queue de génie Marie-Antoine Carême), 1963, Vance e Yves Duval, Mundo de Aventuras (2ª fase) #346
  • Sobieski, o furacão: o salvador do ocidente (Le sauveur de l'occident, Sobieski, l'ouragan), 1963, Vance e Yves Duval, Mundo de Aventuras #350
  • Laetitia Bonaparte, a senhora mãe (Un coeur et une tête Madame Mère Laetitia Bonaparte), 1963, Vance e Yves Duval, Mundo de Aventuras #420
  • Os heróis não se medem aos palmos (L'héroïque petit Bara), 1963, Vance e Yves Duval, Pisca-Pisca #9
  • Milagre de Natal (Le miracle de Noël),  1963, Vance e Yves Duval, Pisca-Pisca #10
  • A comovente paixão de Oberammergau (L'émouvante «Passion» d'Oberammergau), 1963, Vance e Yves Duval, Zorro #132
  • O enigma de D. João I (La troublante énigme de Jean 1er le posthume), 1963, Vance e Fernez, Zorro #184
  • As férias de Durmont D'Urville (Les fructueuses vacances de Dumont D'Urville), 1943, Vance e Yves Duval, Zorro #181
  • Manolo, el cordobés (Manolo el cordobes), Vance e Yves Duval, Zorro #159 
  • John Glenn: em órbita à volta da Terra (Les 3 tours du colonel Glenn),  1964, Vance e Pierre Step, Pisca-Pisca #11
  • Uma aventura do célebre corsário francês: Siurcouf (Le plus belle exploit de Robert Surcouf), 1965, Vance e Yves Duval, Nau Catrineta #311 a #314
  • Prisioneiros do Árctico (Prisonniers de l'Arctique), 1966, Vance e Step, Mundo de Aventuras #95
  • Eliot Ness, o primeiro dos intocáveis (Eliot Ness le premier des incorruptibles), Vance e Pierre Step, 1966, Tintin #7/1º ano
  • O talismã de Carlos Magno (Le talisman de Charlemagne), Vance e Pierre Step, 1967, Tintin #6/4º ano 
  • Henry Wells & William Fargo, o correio do Oeste (Henry Wells et William G. Fargo, les facteurs du Far-West), 1967, Vance e Yves Duval, Pisca-Pisca #1
  • Julie Andrews (Julie Andrews), Vance e Pierre Step, 1967, Nau Catrineta #579 a #582; Tintin #4/1º ano
  • Isto é o F.B.I. (Ca c'est le F.B.I.),  Vance e Pierre Step, 1967, Tintin #29/2º ano 
  • E Disney criou Mickey (Et Disney créa Mickey), Vance, 1967, Nau Catrineta #602 a #605; Tintin #1/1º ano
  • O talismã de Carlos Magno (Le talisman de Charlesmagne), Vance e Yves Duval, 1967, Tintin #6/4º ano 
  • A primeira corrida dos barcos a vapor (?), Vance e Yves Duval, ?, Pica-Pisca #14