24 de maio de 2018

Arturo Del Castillo - Ensaio de quadriculografia portuguesa

Desenhador, Argumentista
(Chile) Conception, 24 de Agosto de 1925 - 5 de Dezembro de 1992

Arturo del Castillo é um autor de banda desenhada nascido no Chile e naturalizado na Argentina. Uma das suas primeiras obras que gozou de grande reconhecimento na Argentina e Europa foi a adaptação de L´homme qui rit de Victor Hugo. Durante a denominada Idade de Ouro da BD Argentina, criou com o argumentista Héctor Germán Oesterheld o seu primeiro grande trabalho, a série western Randall. Posteriormente, com o lento declínio da produção de BD argentina, começa a colaborar com a editora inglesa Fleetway, na qual realizou diversas adaptações literárias, sendo uma das mais reconhecidas Os Três Mosqueteiros de Alexandre Dumas, inicialmente publicada na Film Fun e, posteriormente, na Lion Comic. Em 1967, vê o seu trabalho em banda desenhada ser exposto no Museu do Louvre, integrado na exposição Bande Dessinée et figuration narrative. Em 1979, é premiado na Bienal Internacional de Córdoba e em 1980 é galardoado com o Yellow Kid pela sua carreira no festival de Lucca XIV.

Séries publicadas em Portugal:
Dan DakotaGarrett, Ralph Kendall, Ralph O'Connor, Randall, Tom Delaware

One-shots publicados em Portugal:
  • Sendas da morte, Puma #10
  • Homens e formigas, Ernesto Ventura (arg.), Jacto #4 a #5 
  • A longa marcha do chefe Joseph, Ernesto Ventura (arg.), Jacto #46 a #47
  • Chatanooga, Ernesto Ventura (arg.), Jacto #59 a #61
  • A morte de Constança, Jaguar #12
  • O homem da máscara de ferro, Jornal do Cuto #30 a #45
  • Os três mosqueteiros, Álbum SEL [1978]; Fandaventuras [2017]
  • O homem da máscara de ferro + Os mosqueteiros do Rei, Álbum SEL [1978]
[actualizado em 24.05.2018]

Sem comentários:

Enviar um comentário