31 de outubro de 2013

50º aniversário do Tenente Blueberry

Em 1960, ao pesquisar informação para um episódio de Buck Danny, Jean-Michel Charlier fica deslumbrado com a história do far-west. Decide, então, criar um herói que atravesse a época da descoberta do Oeste selvagem norte-americano e convida Jijé para desenhador desta nova série. Sobrecarregado de trabalho, o autor de Jerry Spring amigavelmente recusa e aconselha um dos seus alunos, Jean Giraud.

Giraud, assinando Gir, aceita e, em 31 de Outubro de 1963, é publicada a primeira prancha do tenente rebelde do exército norte-americano Mike Donovan nas páginas do nº 210 do semanário Pilote.

Curiosamente, a série começou por chamar-se Fort Navajo, fortificação perto da fronteira mexicana para onde o tenente Blueberry é destacado para defender a zona dos «peles-vermelhas». Corria o ano de 1868.

Charlier descreve um western autêntico, onde reina a lei do mais forte. Mike «Blueberry» Donovan é um soldado rebelde, indisciplinado, mas justo com os índios, lutando contra a filosofia que «um índio bom é um índio morto». A história do far-west dos finais do século XIX é retratada com a toda rudeza e frieza daqueles árduos tempos e Charlier faz Blueberry percorrer o Oeste com os seus bons amigos, o velho alcoólico Jimmy McClure, Red Neck, batedor e bom atirador, e a bela Chihuahua Pearl, cantora de saloom e apaixonada do protagonista.

O sucesso da série leva a que inúmeras publicações franco-belgas a publiquem, tais como o Tintin, Super-
As, Métal Hurlant e L'Echo des Savanes.

A partir de 1968, os criadores da série iniciam a série paralela «A Juventude de Blueberry». Em 1985, Colin Wilson substitui Giraud neste ciclo, iniciando um novo, onde se retrata a participação de Blueberry na Guerra da Secessão. Com a morte de Charlier, A Juventude de Blueberry passa a ter o argumento da responsabilidade de François Corteggiani e, em 1988, Wilson cede o seu lugar, no desenho, a Michel-Blanc Dumont, o criador do western Jonathan Cartland. Finalmente, em 1991, é lançado a trilogia Marshall Blueberry com textos de Jean Giraud e desenhos de William Vance e Michel Rouge. Contudo, desde 2005 não é lançada qualquer nova aventura de Blueberry, esperando-se que brevemente aconteça, conforme declarações dos herdeiros de Jean-Michel Charlier.

Em Portugal, apenas a série A juventude de Blueberry não se encontra integralmente publicada. Fica aqui o ensaio de bibliografia portuguesa:

BLUEBERRY

  • Forte Navajo (Fort Navajo), 1963, Giraud e Charlier, Álbum Editorial Íbis [1969]; Álbum Meribérica [1991]; Jornal da BD # 81 a #88
  • Tempestade no Oeste (Tonnerre à l'Ouest), 1964, Giraud e Charlier, Álbum Editorial Íbis [1969]; Álbum Meribérica [1991]; Jornal da BD #89 a #96
  • A águia solitária (L'aigle solitaire), 1964, Giraud e Charlier, Álbum Meribérica [1993]
  • O cavaleiro perdido (Le cavalier perdu), 1965, Giraud e Charlier, Álbum Meribérica [1983]
  • A pista dos navajos (La piste des Navajos), 1965, Giraud e Charlier, Álbum Meribérica [1984]
  • O homem da estrela de prata (L'homme à l'ètoile d'argent), 1966, Giraud e Charlier, Álbum Meribérica [1992]; Flecha 2000 #1 a #12; Flecha 2000 (DP) #19 a #27; Jornal da BD #17 a #24
  • O cavalo de ferro (Le cheval de fer), 1966, Giraud e Charlier, Tintin #6 a #28/4º ano; Álbum Meribérica [1985];  Flecha 2000 (DP) #46 a #54; Álbum Público/ASA [2008]
  • A pista dos sioux (La piste des Sioux), 1967, Giraud e Charlier, Tintin #14 a #36/7º ano; Álbum Meribérica [1986]; Jornal da BD #249 a #256; Álbum Público/ASA [2008]
  • O homem do punho de aço (L'homme au poing d'acier), 1967, Giraud e Charlier, Tintin #9 a #31/6º ano; Álbum Meribérica [1985]; Flecha 2000 (DP) #64 a #72; Álbum Público/ASA [2008]
  • O general «Cabeça Amarela» (Général «Tête Jaune»), 1968, Giraud e Charlier, Tintin #11 a #19/9º ano; Álbum Meribérica [1986]; Álbum Público/ASA [2008]
  • A mina do alemão perdido (La mine de l'allemand perdu), 1969, Giraud e Charlier, Álbum Meribérica [1988]; Flecha 2000 #13 a #23; Jornal da BD #25 a #32; Álbum Público/ASA [2008]
  • O espectro das balas de ouro (Le spectre aux balles d'or), 1970, Giraud e Charlier, Álbum Meribérica [1989]; Flecha 2000#30 a #40; Jornal da BD #33 a #40; Álbum Público/ASA [2008]
  • Chihuahua Pearl (Chihuahua Pearl), 1970, Giraud e Charlier, Álbum Meribérica [1990]; Selecções BD (1ª série) #22 a #26; Álbum Correio da Manhã*[2004]; Álbum Público/ASA [2008]
  • O homem que valia 500 000$ (L'homme qui valait 500 000$), 1971, Giraud e Charlier, Álbum Meribérica [1990]; Selecções BD (1ª série) #33 a #35; Álbum Correio da Manhã*[2004]; Álbum Público/ASA [2008]
  • Balada para um caixão (Ballade pour un cercueil), 1972, Giraud e Charlier, Álbum Meribérica [1992]; Álbum Correio da Manhã*[2004]; Álbum Público/ASA [2008]
  • O fora-da-lei (Le hors la loi), 1974, Giraud e Charlier, Álbum Meribérica [1993]; Álbum Correio da Manhã*[2004]; Álbum Público/ASA [2008]
  • Angel Face (Angel Face), 1975, Giraud e Charlier, Álbum Meribérica [1994]; Álbum Público/ASA [2008]
  • Nariz partido (Nê cassée), 1980, Giraud e Charlier, Álbum Meribérica [1984]; Jornal da BD #105 a #112; Álbum Público/ASA [2008]
  • A longa marcha (La longue marche), 1980, Giraud e Charlier, Álbum Meribérica [1984]; Jornal da BD #113 a #120; Álbum Público/ASA [2008]
  • A tribo fantasma (La tribu fantôme), 1982, Giraud e Charlier, Álbum Meribérica [1984]; Jornal da BD #129 a #136; Álbum Público/ASA [2008]
  • A última cartada (La dernière carte), 1983, Giraud e Charlier, Álbum Meribérica [1984]; Jornal da BD #161 a #168; Álbum Público/ASA [2008]
  • O fim da pista (La bout de la piste), 1986, Giraud e Charlier, Álbum Meribérica [198?]; Álbum Público/ASA [2008]
  • Arizona love (Arizona Love), 1990, Giraud e Charlier, Álbum Meribérica [1991]; Álbum Público/ASA [2008]
  • Mister Blueberry (Mister Blueberry), 1995, Giraud, Álbum Meribérica [1996]
  • Sombras sobre Tombstone (Ombres sur Tombstone), 1997, Giraud, Álbum Meribérica [1999]; Selecções BD (2ª série) #1 a #3 
  • Gerónimo, o apache (Geronimo l'apache), 1999, Giraud, Álbum Meribérica [2000]; Selecções BD (2ª série) #18 a #20
  • OK Corral (OK Corral), 2003, Giraud, Álbum Meribérica [2003]
  • Dust (Dust), 2005, Giraud, Álbum ASA [2006]
  • Apaches (Apaches), 2007, Giraud, Álbum Público/ASA [2008] 

A JUVENTUDE DE BLUEBERRY

  • A juventude de Blueberry (Le jeunesse de Blueberry), 1968, Giraud e Charlier, Álbum Meribérica [1987]; BDN #1 a #46
  • Um ianque chamado Blueberry (Un yankee nommé Blueberry), 1979, Giraud e Charlier, Álbum Meribérica [1987]; BDN #62 a #65
  • Os demónios do Missouri (Les démons du Missouri), 1985, Wilson e Charlier, Álbum Meribérica [1987]
  • Terror no Kansas (Terreur sur le Kansas), 1987, Wilson e Charlier, Álbum Meribérica [1989]
  • O raid infernal (Le raid infernal), 1990, Wilson e Charlier, Álbum Meribérica [1992]
  • A perseguição implacável (La poursouite impitoyable), 1992, Wilson e Corteggiani, Álbum Meribérica [1999]
  • Três homens para Atlanta (Trois Hommes pou Atalanta), 1993, Wilson e Corteggiani, Álbum Meribérica [2003]

MARSHALL BLUEBERRY

  • À ordem de Washington (Sur le ordre de Washington), 1991, Vance e Giraud Álbum Meribérica [1995]
  • Missão Sherman (Mission Sherman), 1993, Vance e Giraud, Álbum Meribérica [1998]
  • Fronteira sangrenta (Frontière sanglante), 2000, Rouge e Giraud, Álbum Meribérica [2002]




26 de outubro de 2013

Colecção Público/ASA Astérix I - Astérix e os Godos

O jornal Público acaba de lançar a colecção “Astérix à volta do Mundo” em 16 álbuns. Assim, durante dezasseis sextas-feiras, poderemos adquirir com o jornal Público uma aventura do Astérix.

O primeiro volume é «Astérix e os godos» e trata-se do 3º episódio da série de Uderzo e Goscinny, publicada originalmente na revista Pilote nº 82 de 18 de Maio de 1961.

Nesta aventura, o druida Panoramix parte com Astérix e Obélix para participar no concurso de druídas na floresta dos Carnutes. Contudo, Panoramix é raptado por um grupo de Godos e levado para a Germânia para lhes revelar o segredo da poção mágica.

Resta a Astérix e Obélix resgatarem o druida e para impedir que os Godos invadam a Gália, os três gauleses criam as guerras Asterixianas para os godos se auto-gladiarem.

Os capacetes dos godos são cópias dos usados pelos alemães na 1ª Guerra Mundial e em plena Guerra Fria, Goscinny alude à divisão da Alemanha (RFA/RDA), usando os Visigodos (Godos do Oeste) e os Ostrogodos (Godos de Leste).

Em Portugal, o episódio foi originalmente publicado na revista Tintin em 1971, entre os nº 10 e 31 do seu 4º ano. Posteriormente, foi editado na revista Jornal da BD e em álbum pela Livraria Bertrand, Meribérica e ASA.

22 de outubro de 2013

Astérix - La Saga (Le Point Hors Série)

Após o lançamento de um número especial da GEO HISTOIRE, é a vez da revista LE POINT lançar um número especial sobre Astérix, quando se aproxima o momento esperado do lançamento de uma nova aventura do herói de Uderzo e  Goscinny, desta feita com novos autores, Convard e Ferry.

Este número de 108 páginas  inteiramente dedicado ao herói gaulês apresenta-nos, além, de vários artigos sobre a caracterização social, cultural e política de Astérix e dos seus amigos, várias entrevistas, entre as quais com o criador Albert Uderzo e com a filha de René Goscinny, Anne.

Um número disponível nas bancas portuguesas e que nos faz entender melhor o fenómeno Astérix.

Le Point, #HS, «Astérix notre héros - La saga», 108 pp., 8,90 €

18 de outubro de 2013

PROGRAMA DO AMADORA BD 2013



De hoje a uma semana, no dia 25 de Outubro, pelas 21h30, o AmadoraBD 2013, 24º Festival Internacional de Banda Desenhada abre portas no Fórum Luís de Camões.


17 de outubro de 2013

Retour au Congo

Aí está mais um «one-shot» de Hermann e do seu filho Yves. «Retour au Congo» é o título desta aventura que decorre nos anos trinta no Congo belga.

Estamos em Bruxelas, 1928. August Bloom deixa a prisão após vinte e dois anos de clausura e parte decidido a vingar-se de quem o havia denunciado. Rémy Georget, jornalista do Matin, descobre que Évariste Brancar, assassinado por Bloom, se encontra ligado a um certo Célestin Georget, tio desconhecido de Évariste, que vive no Congo. Acompanhando Albert Lingot, conservador do museu do Congo belga, Évariste visita aquele território africano com o objectivo de encontrar o tio desconhecido. Injustamente acusado de ter apunhalado Lingot, Évariste é preso e encontra Célestin na prisão.

Esperamos que esta nova obra de Hermann seja editada em Portugal.

Retour au Congo, Yves H. e Hermann, Glenat, 56 pp, €13,90

15 de outubro de 2013

Cinco anos depois, uma nova aventura de Buck Danny

Após o lançamento, há cinco anos, da última aventura do piloto de aviões Buck Danny, está próximo o lançamento na revista Spirou e em álbum da 53ª aventura do herói criado pela dupla Charlier/Hubinon em 1947.

Esta nova aventura tem a assinatura do argumentista Fréderic Zumbiehl, perito em aviação e antigo piloto de caça, e do desenhador Francis Winis, engenheiro aeroespacial.

«Cobra noir», título do episódio, permite-nos reencontrar Buck, Tumbler e Sonny a bordo do porta-aviões Ronald Reegan para uma missão de descobrir o motivo porque o estado totalitário de Basran abateu um avião de caça norte-americano.





14 de outubro de 2013

Parque Temático Spirou

As Éditions Dupuis vão assinar um licenciamento que permitirá à Parexi construir o Parque Temático Spirou junto de Avignon, em terras gaulesas.

O parque terá 25 atracções, cada uma representando um tema de um álbum das «Aventuras de Spirou & Fantásio» e de outras séries da revista Spirou. A maioria das atracções serão digitais, além das habituais «montanhas-russas», túneis escuros e outras diversões acessíveis a todas as idades.

Na foto abaixo, poderemos observar o Planetárium 5Di (álbum «A sombra do Z»), o Wooden Coster (Álbum «O gorila») e o Mega Spinning Coster (álbum «Os herdeiros»).



Fonte: blog Dupuis

13 de outubro de 2013

Uma nova colecção de Blueberry


Perto do seu 50º aniversário, Blueberry vai ter direito a uma colecção de luxo em que reunirá os 52 álbuns da série: os vinte e nove episódios iniciais da dupla Charlier/Giraud, os três episódios de Marshall Blueberry por Charlier/Rouge/Vance e os vinte álbuns da série «A juventude de Blueberry» por Charlier/Corteggiani/Giraud/Wilson/Blanc-Dumont.

Cada álbum terá um caderno de oito páginas consagradas ao universo do herói. O preço de cada álbum é de 1,99 € (1º volume), 3,99 € (2º volume) e os restantes a 7,99 €. Mas não se entusiasmem, porque a distribuição é exclusiva para a França e Bélgica.

12 de outubro de 2013

Os álbuns «esquecidos» de Spirou


Em 1982, Yves Chaland solicitou aos responsáveis da Dupuis se poderia tornar-se o desenhador responsável da série Spirou, após a saída forçada de Jean-Claude Fournier e a então contestada dupla Raoul Cauvin e Nic Broca.

Surge então o episódio «À la recherche de Bocongo», uma aventura realizada em tiras a preto e branco, onde vemos Spirou e Fantásio a partirem para África em busca de Bacongo, um criado de Georges Léopold, misteriosamente perdido em Urungondolo.

Contudo, após vinte tiras duplas, a revista Spirou no seu nº 2318 anuncia o fim do episódio, sem que o mesmo esteja concluído. Várias foram as edições piratas (com a concordância de Chaland) que retomaram o episódio.

Nunca a aventura constou do catálogo da Dupuis e, muito menos, na cronologia da série. Mas, aproveitando o 75º aniversário de Spirou, a editora edita o episódio num álbum em formato à italiana. Uma obra a constar nas nossas prateleiras!



E continuando com lançamento de inéditos de Spirou em álbum, a Dupuis presenteia-nos com «Robinsons du rail», romance escrito por André Franquin e Yvan Delport, com ilustrações de Franquin e Jidéhem. Esta obra foi publicada no semanário Spirou em 1964 que nos conta a viagem inaugural da primeira locomotiva atómica, para a qual Spirou, Fantásio e Gaston são convidados. Contudo, as habituais gaffes de Gaston colocam a locomotiva incontrolável. Apesar de ter sido editado por outras editoras em 1981 e 1993, é a primeira vez que a Dupuis a insere no seu catálogo.



11 de outubro de 2013

Tintin et les forces obscures

Já se encontra nas bancas portuguesas o HS do Le Point/Historia dedicado a Tintin e as forças sobrenaturais.

Com o título «Tintin et les forces obscures», esta obra cartonada de 132 páginas dá-nos uma panorâmica histórica sobre a evolução das chamadas ciências ocultas retratadas nas aventuras de Tintin.

São estudados em capítulos autónomos os sonhos, a predestinação, a hipnose, a radiestesia, o paranormal, a telepatia, os extraterrestres, as superstições, as seitas, o espiritual e a loucura.

Tintin et les forces obscures, HS, Le Point/Historia, 132 pp., 10,80 €

10 de outubro de 2013

dBD #77

A capa da dBD de Outubro é dedicada a Niklos Koda, a grande criação de Olivier Grenson, que explica numa entrevista o regresso da saga do mágico.

Além das inúmeras notícias sobre a BD franco-belga e do seu habitual dossiê crítico, a dBD de Outubro apresenta-nos uma interessante entrevista com Étienne Davodeau (o autor de «Alguns dias com um mentiroso»).

A terminar, a habitual rubrica nostálgica de Henri Filippini, com a biografia de Raoul Cauvin, o profícuo argumentista da revista Spirou, com séries como O Agente 212, Sammy, Batas Brancas, Os Toiotes, entre muitas outras.

dDB #77, octobre 2013, 98 pp, 9,80 €

8 de outubro de 2013

60º aniversário do Cavaleiro Branco


Estamos no início do século XIII, o reino de França está refém de uma crise crescente de injustiças.  Para defesa dos oprimidos aparece um cavaleiro vestido de uma armadura cintilante, chamado O Cavaleiro Branco (Jehan de Dardemont). Anos mais tarde, Jehan e o seu amigo Tristan, participam nas Cruzadas contra os ocupantes da Terra Santa.

A série nasceu na revista belga Tintin em 8 de Outubro de 1953 com argumento de Raymond Macherot e desenho de Fred Funcken. Contudo, Macherot abandona a série logo após a primeira aventura, retomando as suas aventuras animalescas e humorísticas de Clorofila e Sybilline.

Entretanto, Fred Funcken casa-se com Lilliane e aproveitando a sua vasta documentação sobre história, decidem retomar a série medieval, conferindo-lhe uma autenticidade histórica e gráfica que irá permanecer em toda a obra do casal.

Entre 1984 e 1987, após anos de interregno, surgem alguns episódios com a assinatura de Didier Convard no argumento.

Em Portugal, o Cavaleiro Branco teve a sua estreia em 1 de Janeiro de 1955 na revista Cavaleiro Andante.


  • [-] (Le chevalier blanc - 1ème épisode), 1953, F. Funcken e Macherot, Cavaleiro Andante #157 a #159
  • [-] (Le chevalier blanc - 2ème épisode), 1954, F. Funcken, Cavaleiro Andante #190 a #218
  • [-] (Le chevalier blanc - 3ème épisode/4ème épisode), 1954, F. Funcken, Cavaleiro Andante #219 a #256
  • A sombra do gládio (L’ombre du glaive), 1958, Funcken, Álbum do Cavaleiro Andante #95
  • Sem piedade (Sans pitié), 1960, Funcken, Cavaleiro Andante #456 a #469
  • O agressor desconhecido (L’agresseur inconnu), 1960, Funcken, Cavaleiro Andante #495 a #510



7 de outubro de 2013

As investigações de Margot #3

A NetCom2 Editorial tem vindo a publicar a série nostálgica «As investigações de Margot» («Les enquêtes auto de Margot»). Recentemente, foi editado o terceiro volume («Um 2CV para uma musa» - «2CV pour une égérie»).

Margot é uma jornalista dos anos sessenta de uma revista especializada em automóveis e neste episódio Margot conduz a investigação para descobrir quem está a boicotar a apresentação pública do 2CV Margot, um modelo de apenas 22 exemplares.

O desenho é de Olivier Marin e de Callixte, com argumento do primeiro.

As investigações de Margot #3 - «Um CV para uma musa», Marin e Callixte, NetCom2 Editorial, 2013, 48 pp, 15 €

6 de outubro de 2013

Caroline Baldwin #1

A NetCom2 Editorial lançou o primeiro volume da série Caroline Baldwin no mercado português. Esta série de André Taymans iniciou-se em 1996 e retrata as investigações de uma mulher forte, moderna e independente, mas também terna e sensível. Uma série com bastante suspense, salpicada de nostalgia, humor, fantástico e paixão.

Até ao momento já foram editados 16 volumes. «Moon River» é o primeiro da série, disponível no mercado português.

Caroline Baldwin #1, «Moon River», André Taymans,  NetCom2 Editorial, 2013, 64 pp., 11,95 €


A 35ª aventura do Astérix

É já no próximo 24 de Outubro que o português se junta a mais 22 idiomas no lançamento simultâneo da 35ª aventura de Astérix, «Astérix entre os pictos», a primeira sem os dois criadores da série.

«Astérix entre os pictos» tem as assinaturas de Didier Conrad (desenhos) e Jean-Yves Ferri (argumento).

Em Portugal, a edição é da ASA. Contudo, haverá uma nova edição do álbum com a sua inclusão na colecção Astérix do jornal Público, também com lançamento neste mês de Outubro.

A bibliografia portuguesa de Astérix pode ser consultada aqui.

5 de outubro de 2013

Geo Histoire dedicada a Astérix

Aproveitando o lançamento de um novo álbum da série Astérix, a revista francesa GEO HISTOIRE dedicou-lhe um número especial (#11 de Outubro 2013).
Com 132 páginas, é uma obra excepcional e fundamental para todos os fans da criação de Uderzo e Goscinny. Vejamos o seu sumário:

  • Dans le pas d'Astérix e Obélix - Descobrimos os lugares gauleses por onde passeiam os nossos heróis, como a Floresta de Carmutes e o Planalto de Gergovie;
  • Des barbares très civilisés - como os gauleses não eram os selvagens descritos pelos autores antigos;
  • Por Toutatis! Ces héros sont bien réels! - o mundo gaulês imaginado por Uderzo e Goscinny não está muito longe da realidade;
  • «Nos ancêtres les gaulois», une mythologie française - como os guerreiros gauleses serviram a propaganda política francesa;
  • Entrevista com Jean-Louis Brunaux que nos explica porque os gauleses tinham receio que o céu lhes caia na cabeça;
  • Les druides, des hommes de pouvoir - como estes homens influenciavam a sociedade;
  • César, un stratège genial mais impytoyable - a Pax Romana imposta aos gauleses foi a custo de numerosos massacres;
  • Malheur aux vaincus! - quem eram os grandes guerreiros que inspiraram o terror na Europa?
  • Goscinny et Uderzo, la passion magique - a saga da incrível cumplicidade dos autores de Astérix
Além destes fenomenais artigos, a revista presenteia-nos com um poster gigante («A Gália antes de César» e no verso «Ao encontro do habitantes da Gália»).

Geo Histoire #11, Octobre-Novembre 2013, 132 pp, 8 €

1 de outubro de 2013

Kerry Drake nasceu há 70 anos


Foi em 1 de Outubro de 1943 que Alfred Andriola lançou a primeira tira do detective privado Kerry Drake nos jornais norte-americanos através da Publishers Syndicate. Kerry Drake já teve direito neste blog a um post biográfico, pelo que hoje nos limitamos a publicar a quadriculografia portuguesa da série.


  • 1951/12/??-1952/02/?? - [-],  Mundo de Aventuras (1ª fase) #149 a #156
  • 1952/02/??-1952/05/?? - O homem que apareceu sem vida, Audácia #1 a #32 (1º vol)
  • 1952/09/24-1953/01/27 - O caso Fortunato, Mundo de Aventuras (1ª fase) #305 a #342
  • 1954/04/12-1954/07/25 - Um caso de consciência, Tigre (1ª série) #52
  • 1955/05/31-1955/09/04 - Na senda do mal, Tigre (1ª série) #36
  • 1956/02/06-1956/04/07 - A testemunha, Policial (Mundo de Aventuras) #36
  • 1956/04/08-1956/06/03 - Alta tensão, Policial (Mundo de Aventuras) #33
  • 1956/06/04-1956/09/09 - Os batoteiros, Policial (Mundo de Aventuras) #56
  • 1956/09/10-1956/12/02 - [-], Mundo de Aventuras (2ª fase) #364
  • 1956/12/03-1957/02/22 - O crime não compensa, Policial (Mundo de Aventuras) #11; Audácia (Fanzine) #2 (2ª série)
  • 1957/05/31-1957/08/20 - [-], Mundo de Aventuras Especial #8; Álbum Editorial Futura [1987]*
  • 1957/08/21-1957/10/26 - Profissão perigosa, Policial (Mundo de Aventuras) #5
  • 1957/10/27-1958/01/18 - O grande problema, Policial (Mundo de Aventuras) #27
  • 1958/04/13-1958/05/31 - O casamento de Kerry Drake, Condor Popular #1/vol. 61
  • 1958/06/01-1958/08/14 - A morte de Mark O. Polo, Policial (Mundo de Aventuras) #65
  • 1958/08/15-1958/11/06 - A libertação de Colt Sádler, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1200
  • 1958/11/07-1959/01/17 - A casa misteriosa, Condor Popular #2/vol. 59
  • 1959/01/18-1959/02/13 - O testamento do estranho velho, Ciclone #350
  • 1959/02/14-1959/04/25 - A morte espreita, Condor Popular #6/vol. 59
  • 1959/04/26-1959/08/10 - O falso cego, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1062
  • 1960/02/08-1960/05/01 - Tudo começou no parque, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1135
  • 1960/05/02-1960/08/05 - Instrumentos de morte, Selecções (Mundo de Aventuras) #80
  • 1960/08/06-1960/10/22 - O terror de Colt Sádler, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1190
  • 1961/07/24-1961/09/23 - Férias acidentadas, Condor Popular #3/vol. 64
  • 1961/09/24-1961/12/02 - O segredo do professor, Condor Popular #6/vol. 57
  • 1963/07/01-1963/10/03 - [-], Álbum Editorial Futura [1987]*
  • 1972/10/22-1972/12/23 - [-], Mundo de Aventuras (2ª fase) #234