10 de janeiro de 2017

Coleccão Graphic Novels da Marvel #34 - Vingadores: Primordial

“Em tempos recentes, o Universo Marvel passou por um período bastante conturbado. No rescaldo do catastrófico cerco a Asgard, o Capitão América, Homem de Ferro e o poderoso Thor foram dispersos por todos os Nove Reinos. Agora, estes ex-irmãos de armas terão de colocar as suas diferenças de lado, para enfrentar um adversário letal que ameaça destruir toda a existência.”

Ao longo de toda a história dos Vingadores, sempre houve três membros centrais sobre os quais assenta todo o resto da equipa: Capitão América, Homem de Ferro e o poderoso Thor. A coragem destes três heróis apenas é igualada pela dedicação e camaradagem que têm pelos colegas de equipa.

Mas em 2010, o laço que unia os três heróis havia sido quebrado. Devido a uma série de eventos cataclísmicos, nomeadamente a mini-série Guerra Civil, de 2006, o Cap, Homem de Ferro e Thor tinham deixado de se falar. No entanto, o recente cerco a Asgard conseguiu reunir os heróis à volta de um objectivo comum. Depois de terem relutantemente lutado lado a lado, faltava ainda assim algo que os fizesse aperceber-se do quanto precisavam uns dos outros, e de que era necessário perdoar as ofensas do passado. Surge então esta aventura, Vingadores: Primordial. Com a narrativa a começar poucos momentos após o desfecho de Cerco, mostra os três heróis a serem lançados para uma história incrível que os força a trabalhar juntos uma vez mais. Para todos os efeitos, trata-se de uma terapia de grupo para super-heróis, tendo como pano de fundo uma indulgente aventura de fantasia.

Brian Michael Bendis é um argumentista que não necessita de apresentação: um dos principais escritores da Marvel, tem sido também há muitos anos o principal arquitecto da estrutura das grandes sagas da Casa das Ideias. Depois de ter iniciado a sua carreira em títulos indie, em editoras como a Image, Bendis acabaria na Marvel a escrever algumas séries que lhe granjearam grande sucesso, pela sua sensibilidade diferente, mais moderna, e pelos seus diálogos, divertidos, atuais e rápidos, por exemplo em Jessica Jones: Alias. Bendis é também a principal eminência parda por trás da evolução dos Vingadores, desde que pegou na equipa com a história Vingadores: O Último Ato (que já vimos nesta colecção). Desenhada por um dos maiores veteranos da indústria de comics, o britânico Alan Davis - um artista que é dos mais populares entre os fãs, e cujo trabalho tivemos recentemente o prazer de apreciar em Capitão Bretanha, nesta colecção - Primordial é, nas palavras do editor Tom Brevoort, “um evento chave que restabelece o relacionamento entre Steve, Tony e Thor... não tanto para dar o mote para futuras aventuras ou eventos, mas mais para calibrar o espectro emocional das personagens e dos seus relacionamentos. E trata-se, ao mesmo tempo, de uma aventura épica, empolgante e surpreendente por mérito próprio.”

Vingadores: Primordial: Coleccão Graphic Novels da Marvel #34, Alan Davis (des.) e Brian Michael Bendis (arg.), Salvat, cor, capa dura, 136 pp., 11,99€

Sem comentários:

Enviar um comentário