11 de julho de 2019

Colecção Novela Gráfica (5ª série) #2: Frango com ameixas

Frango com ameixas (Poulet aux primes) de Marjane Satrapi, um original de 2005, é o segundo volume desta colecção da Levoir em parceria com o jornal Público. A autora já tem editado em português o seu best-seller Persépolis, cujo integral foi publicado pela Contraponto em 2013.

Marjane Satrapi nasceu no Irão, filha de uma família de uma camada ocidentalizada da sociedade iraniana. Os pais politicamente activos, eram contrários à monarquia do Xá, pela crescente repressão das liberdades civis e as consequências da política iraniana na vida dos cidadãos. Quando o Irão passou a ser governado pelos fundamentalistas muçulmanos, os pais sentindo-se ameaçados partiram para o exílio na Áustria, Marjane voltou, mais tarde, para o Irão para estudar belas-artes, teve uma educação que combinou a tradição da cultura persa com valores ocidentais e de esquerda.
Frango com Ameixas, embora tendo uma carga política, é uma história de amor de um homem pelo tar, o seu instrumento musical, que o celebrizara como um dos maiores músicos do país e que numa discussão com a sua mulher, esta o quebra. 
Nasser Ali Khan, tio-avô de Marjane, vivia em Teerão, 1958, inicia a busca por um novo instrumento, mas nenhum tem o som tão perfeito como o que ele herdara na juventude, durante a sua formação. A angústia, o desespero e a perda de esperança levam a que este homem desista de viver e morra de tristeza.
Frango com Ameixas já foi adaptado ao cinema e conta com a portuguesa Maria de Medeiros no elenco. 
Uma história para reflectir sobre o que acontece quando o ser humano se condena a viver no passado e não segue em frente.

Colecção Novela Gráfica (5ª série) #2: Frango com ameixas, Marjane Satrapi, Levoir, 88 pp., p&b, capa dura, 10,90€








Sem comentários:

Publicar um comentário