31 de janeiro de 2017

Paul Foran - Ensaio de quadriculografia portuguesa


Ficha técnica:
Thriller
(Bélgica) Spirou #1591, 10 de Novembro de 1968 - Spirou #2151, 5 de Julho de 1979
José Larraz (argumento) e  Jesus Blasco (desenhos)
Outros autores: Jordi Bernet
Estreia em Portugal: Mundo de Aventuras (2ª fase)  #72, 13 de Fevereiro de 1975
Outras publicações: Spirou (2ª série), Jornal da BD

Paul Foran é um homem de porte atlético com grandes conhecimentos científicos que vai resolvendo enigmas paranormais. Os três primeiros episódios são desenhados por Montero (pseudónimo do desenhador espanhol Jesus Blasco) com textos de Gil (pseudónimo de José Larraz). A série prossegue com a arte de Jordi Bernet até ao ano de 1976. Em 1979, a personagem tem um final discreto com um episódio desenhado por Watman.

Quadriculografia portuguesa:
  • O mistério do lago (Le mystère du lac), 1968,  Montero e Gil, Mundo de Aventuras (2ª fase) #72 a #73; Spirou (2ª série) #21 a #28; Jornal da BD #103 
  • O gang dos vampiros (Le gang des vampires), 1969, Montero e Gil, Mundo de Aventuras (2ª fase) #84 a #85
  • Chantagem à Terra (Chantage à la terre), 1969, Montero e Gil, Mundo de Aventuras (2ª fase) #128 a #129 
  • A múmia (La momie), 1970, Bernet e Gil, Mundo de Aventuras (2ª fase) #106 a #107 
  • O habitante do moinho (L’habitant du moulin), 1971, Bernet e Gil, Mundo de Aventuras (2ª fase) #146 a #147
  • Os demónios da selva (Les démons de la jungle), 1971, Bernet e Gil, Mundo de Aventuras (2ª fase) #157 a #158 
  • Tempestade nas Caraíbas (Baroud dans l’île), 1973, Bernet e Gil, Mundo de Aventuras (2ª fase) #306 a #307
  • A sombra do gorila (L’ombre du gorille), 1975, Bernet e Gil, Mundo de Aventuras (2ª fase) #262

Top FNAC de vendas de BD a 31 de Janeiro de 2017


  1. Corto Maltese: Longíquas ilhas do vento, Hugo Pratt, Edições ASA
  2. Lucky Luke: A terra prometida, Achdé e Jul, Edições ASA
  3. Blake e Mortimer: O testamento de William S., Yves Sente e André Juillard, Edições ASA
  4. Blake e Mortimer: O testamento de William S., Yves Sente e André Juillard, Edições ASA [capa exclusiva FNAC]
  5. Velvet: Vidas secretas de homens mortos, Ed Brubaker e Steve Epting, G Floy Studio
  6. Universo DC: Crise nas terras infinitas (vol. 2), vários autores, Levoir
  7. Astérix: Astérix entre os helvécios, René Goscinny e Albert Uderzo, Edições ASA
  8. Guerras secretas: a batalha final, vários autores, Levoir
  9. Joker: O último a rir, vários autores, Levoir
  10. Guerras secretas: Heróis contra vilões,  vários autores, Levoir

Hors-série do Paris-Match dedicado a Gaston Lagaffe


30 de janeiro de 2017

Novidades da GFloy Portugal


Acabaram de chegar às livrarias algumas das novidades do Comic Con: Outcast vol. 1: As Trevas que o Rodeiam, a nova série de Robert Kirkman, o criador de The Walking Dead (com arte de Paul Azaceta) e o segundo volume de Velvet: Vidas Secretas de Homens Mortos, a série de espionagem de Ed Brubaker e Steve Epting. Ambos os livros chegarão também às bancas em Fevereiro, Outcast já nesta quinta-feira dia 2 e Velvet #2 na terça-feira dia 14 e ainda uma redistribuição dos dois volumes de Jessica Jones ALIAS, dias 6 e 20.

Loki, que esteve em bancas durante o mês de Janeiro, deverá chegar a livrarias mais para o fim de Fevereiro.

Entretanto, a GFloy irá reimprimir ao longo dos próximos dois meses os volumes 1 de Fatale: A Morte Persegue-me, e de Tony Chu Detective Canibal: Sabor Internacional.

Finalmente... a GFloy terá bastantes novidades nos próximos meses, e os próximos dois lançamentos serão Saga #6 e Capitão América: Branco, que deverão chegar a lojas e bancas nos primeiros dias de Março. E ainda em Março, mas mais para o fim, haverá Tony Chu #6 e Cage de Brian Azzarello e Richard Corben. E para lá disso, claro, a continuação das outras séries como Outcast, Harrow County, Jessica Jones ALIAS e Southern Bastards.

A GFloy também irá editar a mini-série de Scott Snyder e Jock: WYTCHES chegará num único volume de 184 pp, uma das melhores (e mais creepy!) histórias de terror dos comics recentes. Um segundo romance gráfico será A LEOA: Um retrato de Karen Blixen, uma biografia em BD
da autora do clássico Out of Africa pela dupla Annne-Caroline Pandolfo e Terkel Risbjerg, que já conhecemos de O Astrágalo (e cujo maravilhoso Perceval tinha sido nomeado este ano para o Prémio deAngoulême).

Ogan - Ensaio de quadriculografia portuguesa

Ficha técnica:
Aventura
(França) Impéria, 1963-1972
Bañolas (argumento) e Jaime Brocal Remohi (desenho)
Outros artistas: Adolfo Buylla, Franscisco Puerta, Jaime Suez, César Lopez
Estreia em Portugal: O Falcão (2ª Série) #460, 20 de Maio de 1969


Estamos no ano 880 em terras de Hordelan, onde os senhores vivem das pilhagens. Mercos, príncipe do reino de Nesttun, aceita, ao contrário de todos os seus guerreiros, a autoridade de Harald HaarfagerMercos e a sua esposa são assassinados pelo cruel Sermund, futuro rei de Nesttun. Contudo, antes confiam o seu bebé Ogan Kiron que o leva para a floresta na companhia de um ermita erudita, de nome Augustin. Já adulto, Ogan decide ajudar Harald a apanhar Sermund de Nesttun.

Ensaio de quadriculografia portuguesa:

Criada por Bañolas e Brocal-Remohi, a série foi desenhada, alternativamente, também por outros artistas.
  • Guerreiro viking - Le prince pauvre, O Falcão (2ª série) #460
  • Capitão do rei - Capitaine du Roi, O Falcão (2ª série) #464
  • A serpente do mar, O Falcão (2ª série) #464
  • Rurick, o traidor - Rurick le félon, O Falcão (2ª série) #468
  • O tirano, O Falcão (2ª série) #468
  • Traição! - Trahison, O Falcão (2ª série) #478
  • A queda de Onix, O Falcão (2ª série) #478
  • Louca audácia - Folle audace, O Falcão (2ª série) #482
  • A feiticeira, O Falcão (2ª série) #482
  • O rei escravo - Le roi esclave, O Falcão (2ª série) #486 e #506
  • A revolta dos escravos - La révolte des esclaves, O Falcão (2ª série) #490
  • A espada diabólica - L'épée du Diable, O Falcão (2ª série) #494 e #1251
  • O delfim branco - Le dauphin blanc, O Falcão (2ª série) #498
  • O mágico negro, O Falcão (2ª série) #498
  • Um lobo na floresta? - Un loup dans la forêt?, O Falcão (2ª série) #502
  • Traidor, O Falcão (2ª série) #502
  • A profecia, O Falcão (2ª série) #506
  • Lua de guerra - Lune de guerre, O Falcão (2ª série) #510
  • O martelo de Thor - Le marteau de Thor, O Falcão (2ª série),514
  • O aliado das fúrias, O Falcão (2ª série) #514
  • A espada do Yatagan - L'épée et le yatagan, O Falcão (2ª série) #518
  • O pavilhão do Dragão - Le pavillon du Dragon, O Falcão (2ª série) #522
  • O ninho dos piratas - Un nid de pirates, O Falcão (2ª série) #526
  • Nas garras de Tiwar - Dans les griffes de Tiwar, O Falcão (2ª série) #530 e #1255
  • A flecha e o espectro - La flèche et le spectre, O Falcão (2ª série) #535
  • A espada de Ogan - L'épée d'Ogan, O Falcão (2ª série) #538
  • O manto vermelho - Le manteau rouge, O Falcão (2ª série) #544
  • O lobo de Risburgh, O Falcão (2ª série) #544
  • Entre inimigos - Entre ennemis, O Falcão (2ª série) #549
  • Guerra de feiticeiros, O Falcão (2ª série) #549
  • Os malditos - Les maudits, O Falcão (2ª série) #556
  • Os mercenários, O Falcão (2ª série) #556
  • A ilha dos corvos - L'île des corbeaux, O Falcão (2ª série) #565
  • A filha do Islão, O Falcão (2ª série) #565
  • Os lobos do deserto - Les loups du désert, O Falcão (2ª série) #570
  • Os tritões, O Falcão (2ª série) #570
  • O navio maldito - Le navire maudit, O Falcão (2ª série) #574
  • A causa perdida, O Falcão (2ª série) #574
  • A grande cólera - La grande colère, O Falcão (2ª série) #579
  • Os escravos de Buzgard, O Falcão (2ª série) #579
  • Traição em Lorney - Trahison à Lorney, O Falcão (2ª série) #586
  • O homem dos gelos, O Falcão (2ª série) #586
  • O gongo da morte - Le marteau sonore, O Falcão (2ª série) #591
  • [-], O Falcão (2ª série) #591
  • Forças contrárias - Forces contraires, O Falcão (2ª série) #595
  • Os filhos da noite, O Falcão (2ª série) #595
  • Marco romano - L'homme de Rome, O Falcão (2ª série) #600
  • O ídolo vivo, O Falcão (2ª série) #600
  • Os piratas - Pirates de la rivière, O Falcão (2ª série) #605
  • O príncipe, O Falcão (2ª série) #605
  • O diabo de fogo - Le diable de feu, O Falcão (2ª série) #612
  • A coroa de Kailuk, O Falcão (2ª série) #612
  • Os escravos do medo - Esclaves de la peur, O Falcão (2ª série) #618
  • A última batalha, O Falcão (2ª série) #618
  • Os piratas - La route des âmes perdues, O Falcão (2ª série) #623
  • O cavaleiro de Bizâncio - Le chevalier de Byzance, O Falcão (2ª série) #629
  • O filho de Hércules - Le fils d'Hercule, O Falcão (2ª série) #634
  • Abutres do mar -  Rapaces de la mer, O Falcão (2ª série),639
  • Defensor providencial - Le défenseur providentiel, O Falcão (2ª série) #644
  • O inimigo - Un terrible ennemi, O Falcão (2ª série) #652
  • Fim de uma odisseia - Fin d'une odyssée, O Falcão (2ª série) #657
  • A caminho de Gotaland - Le chemin de Gotaland, O Falcão (2ª série) #662
  • Armadilha - Le même piège, O Falcão (2ª série) #666
  • Prisioneira da brumas - La prisonnière des brumes, O Falcão (2ª série) #671
  • Yarl, o pirata - Yarl le pantin, O Falcão (2ª série) #676
  • O filho do pirata - Le fils du pirate, O Falcão (2ª série) #681
  • O tesouro dos Wicht - Le trésor des Wicht, O Falcão (2ª série) #685
  • A justiça de Ogan - La justice d'Ögan, O Falcão (2ª série) #690
  • O diabo de Moldefiord - Le diable de Moldefiord, O Falcão (2ª série) #695
  • A vingança de Heiling - La vengeance de Heiling, O Falcão (2ª série) #700
  • Punhal de ouro - Le poignard d'or, O Falcão (2ª série) #705
  • Inimigos na sombra - Ennemis dans l'ombre, O Falcão (2ª série) #709
  • Herói e proscrito - Héros et proscrit, O Falcão (2ª série) #713
  • O amigo da bruma - L'ami de la brume, O Falcão (2ª série) #717
  • O barco misterioso - Le bateau des apparitions, O Falcão (2ª série) #721
  • O rapto de Siguna - Le rachat de Siguna, O Falcão (2ª série) #725
  • A recompensa - La récompense, O Falcão (2ª série) #729
  • O misterioso inimigo - Le mystérieux ennemi, O Falcão (2ª série) #733
  • A caverna do diabo - Le cavernes du diable, O Falcão (2ª série) #737
  • Anuk, o lapão - La peau de brebis, O Falcão (2ª série) #741
  • O inimigo dos vikings - L'ennemi des vikings, O Falcão (2ª série) #745
  • O espelho mágico - Le miroir magique, O Falcão (2ª série) #749
  • Assur, o príncipe - Sang royal, O Falcão (2ª série) #753
  • [O viking negro - Le viking noir, O Falcão (2ª série) #759
  • O paladino - Paladin, O Falcão (2ª série) #773
  • A cólera de Thor - La colère de Thor, O Falcão (2ª série) #789
  • A cimitarra sagrada - Le cimeterre sacré, O Falcão (2ª série) #805
  • A horda, O Falcão (2ª série) #125



29 de janeiro de 2017

Star Wars: Academia Jedi, de Jeffrey Brown

Primeiro livro de uma nova e muito divertida série de BD do aclamado autor Jeffrey Brown, best-seller  do The New York Times. O partir de 1 de Fevereiro nas livrarias.

Mais um livro hilariante, em capa dura, do mesmo autor premiado de Darth Vader e Filho; Darth Vader e a sua Princesinha; Boa Noite Darth Vader e Darth Vader e Amigos.
Jeffrey Brown é conhecido pela sua banda desenhada autobiográfica e pelas suas novelas gráficas humorísticas.

Esta obra recebeu  o Prémio Eisner 2013 para a melhor obra humorística.

Banda desenhada humorística, que transporta o universo Star Wars para uma escola de segundo ciclo. As aventuras e desventuras de um aluno não muito brilhante e algo trapalhão, mas que acaba por ter bom aproveitamento, que quer entrar na Escola Preparatória da Academia de Pilotos e não consegue, e acaba por ir para a Academia Jedi, dirigida pelo Mestre Yoda.

Star Wars: Academia Jedi, Jeffrey Brown, Planeta, 160 pp, capa dura, 14,39 €

Casemate #100

Eis o centésimo número da revista Casemate, revista de informação bedéfila. A capa é consagrada à versão colorida de Tintin au pays des soviets, recentemente publicada em álbum. Eis o sumário desta edição, já disponível nas bancas portuguesas:

P.4-9 Tintin au pays des Soviets encensé par Fédorovski
P.12-13 Journorama, revue de presse de l’actu BD
P.14-37 SPÉCIAL CASEMATE 100 • Une cinquantaine d’auteurs reviennent sur les meilleurs et pires moments de leur carrière
P.38-43 Oger met en images les souvenirs de déportation de son grand-père (+4 planches)
P.44-49 Et un alter ego maléfique pour l’Undertaker ! (+4 planches)
P.50-59 Spirou au Congo ? Une aventure gonflée signée Yann et Schwartz (+4 planches)
P.60-70 Une sélection de 31 BD à découvrir en février
P.71-73 Agenda : les 194 sorties de février, les festivals et les expos
P.74-79 Le Retour : quand une île paradisiaque vire au tourisme de masse (+4 planches)
P.80-85 Hypnos, entre survie et complots politiques, pour Galandon et Futaki (+4 planches)
P.86-91 Dark Museum réécrit l’histoire (d’horreur) des peintures célèbres (+4 planches)
P.92-95 Seuls, de Vehlmann et Gazzotti, file de la BD à l’écran noir
P.96-97 Maël regarde par les fenêtres d’Hopper
P.98 Le courrier du mois à la loupe

Casemate #100, fevrier 2017, 100 pp., cor, 8,00€

Exposição "100 anos do cromo coleccionável em Portugal"


Nanouche - Ensaio de quadriculografia portuguesa

Ficha técnica:
Aventura
(Bélgica) Tintin, 1977
Renoy (desenhos) e Janeiro (argumento)
Estreia em Portugal: Tintin #18/11º ano, 16 de Setembro de 1978
Outras publicações: Tintin Especial Anual, Jornal da BD, Álbum Edinter

Aventuras de uma jovem motard.


Bibliografia portuguesa:
  • Os três passageiros (?), ?, Tintin #18/11º ano
  • Festival para uma japonesa (Festival pour une japonaise), 1977, Tintin Especial Anual de 1978, Álbum Edinter [1983], Jornal da BD #145 a #152
  • Corrida numa noite branca (Corrida pour une nuit blanche), 1979, Álbum Edinter [1983], Jornal da BD #185 a #192
  • Os limites de um périplo sem fronteira (Les limites d'un périple sans frontiére), 1980, Tintin #44/13º ano a #5/14º ano
  • Um concurso acidentado (Un concours casse-pieds), 1981, Tintin #31/14º ano 
  • Os calhambeques (?), ?, Tintin #27 a #28/13º ano

28 de janeiro de 2017

Figuras de Tintin #25: O marajá de Rawhajpotalah

O marajá de Rawhajpotalah é a personagem escolhida para a 25ª entrega da colecção portuguesa das Figuras de Tintin. Conjugando qualidades de coração e de espírito, o marajá reina sobre o seu povo como "um bom pai de família", encarnando valores que Hergé tanto aprecia. Vestido quase completamente de branco, cor da pureza e da inocência, o marajá apresenta-se nesta estatueta em traje de cerimónia. 

O soberano salvou a vida de Tintin, mas o herói salda a dívida, domando um tigre devorador e evitando o envenenamento do marajá pelos traficantes de droga de Kih-Oskh. Mais tarde, resgata dos seus sequestradores o filho do soberano. 

O marajá de Rawhajpotalah entra em duas aventuras do Tintin ("Os charutos do faraó" e "O lótus azul") e a referência da figura encontra-se na vinheta B2 da prancha 62 de "Os charutos do faraó")

Figuras de Tintin #25: O marajá de Rawhajpotalah, estaueta+livro+passaporte, Moulinsart/Altaya, 12,99€


Cosey - Grande Prémio do Festival de Angoulême 2017

Bernard Cosendai
Argumentista, Desenhador
(Suiça) Lausanne, 14 de Julho de 1950


Bernard Cosendai, mais conhecido como Cosey, trabalha numa agência de publicidade antes de ingressar na BD em 1969, tendo como professor o seu vizinho DeribCosey publica o repórter Paul Aroid  no diário suíço 24 Heures e junta-se ao escritor André-Paul Duchateau para fazer três episódios de Monfreid et Tilbury no Le Soir Jeunesse.

Em 1974, publica o seu primeiro álbum, chamado Un Shampooing Pour la Couronne (texto de Jacques Ralf). Em 1975, cria a sua série de grande sucesso, Jonathan, para a revista Tintin. A série Jonathan vence vários prémios, incluindo o Grand Prix de Saint-Michel e um Alfred no festival de Angoulême.

Na segunda etapa de sua carreira, Cosey concentra-se mais em one-shots em vez das séries. O seu primeiro foi o díptico À la Recherche de Peter Pan, publicado pela Lombard em 1984 e 1985. Cria várias graphic novels para a colecção de Aire Libre da Dupuis, como Viagem em Itália (1988), Orchidea (1990), Saigon-Hanoi (1992), Joyeux Noël, May!(1995), Zeke Raconte des Histoires (1999), Une maison de Frank L. Wright (2003) e O Buda Azul (2005-06). Além disso, produz L'Enfant Bouddha a partir de um argumento de Jacques Salomé (1993), bem como Zélie, Nord-Sud na coleção Signe de Lombard (1994) e Echo para a editora Daniel Maghen (2007). Cosey regressa ao seu Jonathan em 1997. Em 2017, é galardoado com o Grande Prémio de Angoulême.

Quadriculografia portuguesa:

Séries: Jonathan

One-shots:
  • Downtown (Downtown), 1979, Selecções Tintin #1
  • Heyoka (Heyoka), 1981, Selecções BD (2ª série) #27
  • Viagem a Itália - 1 (Voyage en Italie - 1), 1988, Selecções BD (1ª série) #26 a #28; Álbum Meribérica [1990]
  • Viagem a Itália - 2 (Voyage en Italie - 2), 1988, Selecções BD (1ª série) #39 a #41; Álbum Meribérica [1991]
  • Orchidea (Orchidea), 1990, Álbum Witloof [2003]
  • O buda azul (Le Boudha d'Azur), 2005, Álbum Público/Edições ASA [2011]
  • Em busca de Peter Pan (A la recherche de Peter Pan, 1984, Álbum Público/Edições ASA [2015]

27 de janeiro de 2017

Homenagem a Luís Beira


Michel Vaillant - Ensaio de quadriculografia portuguesa


Ficha técnica:
Aventura
(França) Tintin #433, 7 de Fevereiro de 1957
Jean Graton (argumento e desenho)
Outros autores: Bouchez, Philippe Graton, Dennis Lapiére, Marc Bourgne, Benjamin Béneteau, Robert Paquet, Christian Papazolakis, Nedzad Kamenika
Estreia em Portugal: Cavaleiro Andante #357, 1 de Novembro de 1958
Outras publicações: Bip-Bip, Zorro, O Falcão (1ª série), Tintin, Tintin Especial Anual, Álbum Editorial Íbis, Álbum Livraria Bertrand, Álbum Círculo de Leitores, Selecções do Mundo de Aventuras, Selecções Tintin (Íbis), Almanaque Tintin, Álbum Distri Editora, Álbum Meribérica, Flecha 2000 (Diário Popular), Jornal da BD, BDN, Selecções BD (1ª série), Álbum Correio da Manhã, Álbum Auto Sport, Álbum Público/Edições ASA

A série Michel Vaillant decorre no mundo do automobilismo, da Fórmula 1 aos rallyesMichel Vaillant é o filho do construtor Henri Vaillant, proprietário de uma fábrica de automóveis dirigida por Jean-Pierre, o outro filho. Michel casa-se com a bela Françoise, ex-jornalista, têm um filho, Patrick, e o seu tio Benjamin é proprietário de uma empresa de transportes de longo curso. Michel Vaillant torna-se campeão do mundo de F1 e vive múltiplas aventuras no grande circo do automobilismo. Mais tarde, o filho de Jean Graton, Philippe Graton assegura os argumentos da série. Com o abandono de Graton nos desenhos, estes passam para artistas do Estúdio, dando início a uma nova série de aventuras.


Ensaio de quadriculografia portuguesa:
  • A 24º hora (Le 24º heure), 1957, O Falcão (1ª série) #24
  • Desordem na Nacional 7 (Bagarre sur la Nationale 7), 1957, O Falcão (1ª série) #48
  • O grande desafio (Le grand défi), 1958, Cavaleiro Andante #357 a #406; Álbum Auto Sport [2005]
  • O piloto sem rosto! (Le pilote sans visage !), 1959, Cavaleiro Andante #418 a #462; Álbum Álbum Público/Edições ASA [2014]
  • O circuito fantástico/O circuito do medo (La circuit de la peur), 1959, Bip-Bip #1 a #32; Álbum Álbum Público/Edições ASA [2014]
  • Rodando na noite/A rota nocturna (Route de nuit), 1960, Zorro #113 a #128; Álbum Álbum Público/Edições ASA [2014]
  • O carro nº 13 (Le 13 est au départ), 1960, Álbum Público/Edições ASA [2014]
  • A traição de Steve Warson (La trahison de Steve Warson), 1961, Álbum Editorial Íbis [1970]; Álbum Álbum Público/Edições ASA [2014]
  • Os intrépidos (Les casse-cou), 1962, Álbum Álbum Público/Edições ASA [2014]
  • O 8º piloto (Le 8ème pilote), 1962, Álbum Álbum Público/Edições ASA [2009] *
  • O regresso de Steve Warson (Le retour de Steve Warson), 1963, Álbum Álbum Público/Edições ASA [2014]
  • A honra do samurai (L'honneur du Samouraï), 1964, Álbum Editorial Íbis [1969]
  • Suspense em Indiananopolis (Suspense à Indianapolis), 1964, Álbum Álbum Público/Edições ASA [2009]* 
  • Os cavaleiros de Konigsfeld (Les Chevaliers de Königsfeld), 1965, Álbum Livraria Betrand [1973]; Álbum Álbum Público/Edições ASA [2014]
  • Concerto para pilotos (Concerto pour pilotes), 1966, Álbum Livraria Betrand [1973]
  • Match 1 para Steve Warson (Match 1 pour Steve Warson), 1967, Tintin #27 a #43/1º ano; Álbum Auto Sport [2005]
  • O circo infernal (Le cirque infernal), 1967, Graton, Tintin #1 a #16/1º ano; Álbum Correio da Manhã [2005] **
  • O fantasma das 24 horas (Le fantôme des 24 heures), 1968, Tintin #29 a #50/4º ano; Álbum Livraria Betrand [1976]; Álbum Círculo de Leitores [1978]
  • Atenção piloto perigoso (Attention pilote dangereux!), 1968, Selecções Tintin (Íbis) #6
  • Óleo na pista (De l'huile sur la piste), 1968, Tintin #4 a #25/4º ano; Álbum Distri Editora [1982]
  • Não há louros para Bob Cramer/Payntor, o mentiroso (Quel menteur ce Payntor !), 1969, Jean Graton e Bouchez, Tintin #18/8º ano; Selecções Tintin (Íbis) #1; Almanaque Tintin #1
  • Choverá? Não choverá? (Pleuvra … pleuvra pas?), 1969, Selecções Tintin (Íbis) #5
  • Rali em Portugal (Cinq filles dans la course), 1969, Tintin #16 a #36/2º ano; Álbum Livraria Betrand [1981]; Álbum Álbum Público/Edições ASA [2014]
  • «Rodeo» sobre duas rodas (Rodeo sur 2 roues), 1970, Tintin #17 a #38/3º ano; Álbum Livraria Betrand [1979]
  • A lição (La leçon…), 1970, Selecções Tintin (Íbis) #1
  • Massacre para um motor (Massacre pour un moteur), 1970, Tintin #12 a #33/5º ano
  • Não resmungues, Steve (Ne râle pas, Steve !!), 1971, Almanaque Tintin #4
  • Rush (Rush), 1971, Tintin #19 a #40/6º ano; Álbum Livraria Betrand [1974]; Álbum Auto Sport [2005]
  • Ameaça em Mont-Treblant (Menace sur le Mont-Tremblant !), 1971, Tintin Especial Anual de 1974
  • Série negra (Série noire), 1971, Álbum Livraria Betrand [1973]
  • Regresso a Konigsfeld (Retour à Königsfeld!), 1972, Almanaque Tintin #8
  • Flagrante delito (Flagrant délit!), 1972, Selecções do Mundo de Aventuras #230
  • Pesadelo (Cauchemar), 1972, Álbum Livraria Betrand [1974]
  • Quem semeia ventos... (Qui sème le vent…), 1973, Selecções do Mundo de Aventuras #244
  • Viragem à esquerda (Virage à gauche), 1973, Almanaque Tintin #11
  • Raparigas e motores (Des filles et des moteurs), 1974, Tintin #42/7º ano a #12/8º ano; Álbum Livraria Betrand [1976]
  • Campeão do mundo (Champion du monde !), 1974, Tintin #32 a #47/8º ano; Álbum Livraria Betrand [1977]; Álbum Distri Editora [1984]
  • Nada é impossível para a equipa de Michel Vaillant (A Michel Vaillant, rien d'impossible!),1974, Tintin Especial Anual de 1976
  • No inferno do safari (Dans l'enfer du safari), 1975, Álbum Livraria Betrand [1975]; Álbum Círculo de Leitores [1978]; Álbum Distri Editora [1984]
  • O príncipe branco (Le prince blanc), 1975, Álbum Livraria Betrand [1981]
  • O segredo de Steve Warson (Le secret de Steve Warson), 1975, Tintin #48/8º ano a #9/9º ano; Álbum Livraria Betrand [1977]; Álbum Auto Sport [2005]
  • O circo de São Francisco (San Francisco circus), 1975, Tintin #38 a #49/9º ano; Álbum Distri Editora [198?]
  • Batalha por 1/10 (?),?, Tintin #26/8º ano
  • Françoise (?), ?, Tintin Especial Anual de 1975
  • Sarilho em Francochamps (Confidentiel: dossier V2001, Rendez-vous à Francorchamps), 1976, Selecções do Mundo de Aventuras #238
  • Os jovens lobos (Les jeunes loups), 1977, Álbum Meribérica [1982]; Flecha 2000 (DP) #1 a #9
  • A revolta dos reis  (La révolte des rois), 1978, Álbum Meribérica [1982]; Flecha 2000 (DP) #46 a #54; Jornal da BD #1 a #8
  • A vingança de um piloto (La silhouette en colère), 1979, Álbum Meribérica [1982]; Flecha 2000 (DP) #55 a #63
  • A derrota de Steve Warson (K.O. pour Steve Warson), 1979, Álbum Meribérica [1984]
  • O forçado das galés (Le galérien), 1979, Álbum Meribérica [1984]; BDN #1 a #23
  • Desapareceu um piloto (Un pilote a disparu), 1980, Álbum Meribérica [1984]; Álbum Auto Sport [2005]
  • O desconhecido das mil pistas (L'inconnu des 1000 pistes),1980, Álbum Meribérica [1984]; Álbum Auto Sport [2005]
  • Steve Warson contra Michel Vaillant (Steve Warson contre Michel Vaillant), 1981, Álbum Meribérica [1987]; Álbum Auto Sport [2005]
  • Rali sobre um vulcão (Rallye sur un volcan), 1981, Álbum Meribérica [1987]; Jornal da BD #249 a #256
  • Caos na F1 (Rififi en F1), 1982, Álbum Meribérica [1987]
  • Paris-Dakar (Paris-Dakar), 1982, Álbum Meribérica [1987]; Álbum Auto Sport [2005]
  • 300 à hora em Paris! (300 à l'heure dans Paris), 1983, Álbum Meribérica [1984]; Jornal da BD #137 a #144; Álbum Auto Sport [2005]
  • Encontro em Macau (Rendez-vous à Macao), 1983, Álbum Meribérica [1984]; Jornal da BD #153 a #160; Álbum Auto Sport [2005]
  • Steve & Julie (Steve et Julie), 1984, Álbum Meribérica [1984]
  • O homem de Lisboa (L'homme de Lisbonne), 1984, Álbum Meribérica [1992]; Jornal da BD #145 a #152; Álbum Auto Sport [2005]
  • Racing show (Racing show), 1985, Álbum Meribérica [1987]; Jornal da BD #257 a #264
  • Pânico no Mónaco (Panique à Monaco), 1986, Álbum Meribérica [1987]; Álbum Correio da Manhã [2005] **
  • Irish coffee (Irish coffee), 1986, Álbum Meribérica [1988]; Selecções BD (1ª série) #4 a #6
  • Categoria pesos pesados (Catégorie poids lourds), 1987, Álbum Meribérica [1991]
  • O desafio das muralhas (Le défi des remparts), 1988, Álbum Meribérica [1992]; Álbum Correio da Manhã [2005] **
  • O caide de Francorchamps (Le caïd de Francorchamps), 1988, Álbum Meribérica [1993]
  • F3000 (F3000), 1989, Álbum Meribérica [1994]
  • O senhor do mundo (Le maître du monde), 1993, Jean Graton e Philippe Graton, Álbum Auto Sport [2005]
  • A pista de Jade (La piste de Jade), 1994, Jean Graton e Philippe Graton, Álbum Auto Sport [2006]
  • Paddock (Paddock), 1995, Jean Graton e Philippe Graton, Álbum Auto Sport [2006]
  • A febre de Bercy (La fièvre de Bercy), 1998, Jean Graton e Philippe Graton, Álbum Meribérica [2003]; Álbum Auto Sport [2005]
  • O sponsor (Le $pon$or), 1999, Jean Graton e Philippe Graton, Álbum Auto Sport [2006]
  • Cairo (Cairo), 2000, Jean Graton e Philippe Graton, Álbum Meribérica [2002]
  • Operação Miragem (Opération Mirage), 2001, Jean Graton e Philippe Graton, Álbum Auto Sport [2005]
  • A prova (L' épreuve), 2003, Álbum Correio da Manhã [2005] **
  • 100.000.000$ para Steve Warson (100.000.000$ pour Steve Warson), 2004, Jean Graton e Philippe Graton, Álbum Auto Sport [2006]
  • Por David/Em memória de David (Pour David), 2004, Jean Graton e Philippe Graton, Álbum Auto Sport [2006]; Álbum Álbum Público/Edições ASA [2014]
  • Uma aventura na China (China moon), 2005, Jean Graton e Philippe Graton, Álbum Álbum Público/Edições ASA [2014]
  • Fora de pista no inferno (Hors-piste en enfer), 2006, Jean Graton e Philippe Graton, Álbum Álbum Público/Edições ASA [2014]
  • 24 horas sobre pressão (24 heures sous influence), 2007, Robert Paquet, Christian Papazolakis, Nedzad Kamenika e Jean Graton /Philippe Graton, Álbum Álbum Público/Edições ASA [2014]

Nova Série
  • Em nome do filho (Au nom du fils), 2012, Lapiére, P. Graton, Bourgne e Béneteau, Álbum Público/Edições ASA [2014]
  • Voltagem (Voltage), 2013, Lapiére, P. Graton, Bourgne e Béneteau, Álbum Público/Edições ASA [2014]; Álbum ASA [2014]
  • Ligação perigosa (Liason dangereuse), 2014, Lapiére, P. Graton, Bourgne e Béneteau, Álbum Edições ASA [2014]
  • Colapso (Collapsus), 2015, Lapiére, P. Graton, Bourgne e Béneteau, Álbum Edições ASA [2015]
  • Renascimento (Renaissance), 2016, Lapiére, P. Graton, Bourgne e Béneteau, Álbum Edições ASA [2016]
*Álbum duplo [O 8º piloto+Suspense em Indianópolis] [Coleção Clássicos da Revista Tintin #4]
**Coletânea [O circo infernal+Pânico no Mónaco+O desafio das muralhas+A prova] [Coleção Série Ouro – Os clássicos da banda desenhada #15]



L'Immanquable #73

Já podemos encontrar nas bancas portuguesas o número de Fevereiro da revista francesa L'Immanquable.

O sumário deste número é o seguinte:

L’Immanquablecteur  par Arnü West

Prépublication / Natures mortes
par Zidrou & Oriol (deuxième partie)

Prépublication / American gothic
par Alicante, Gihef & Perger (troisième et dernier partie)

Prépublication / Le règne  #1 La Saison des Démons
par Runberg & Boiscommun (troisième et dernier partie)

Prépublication / Shi  #1 Au commencement était la Colère…
par Zidrou & Homs (troisième et dernier partie)

Prépublication / L’or de Morrison #1
par Seiter & Brecht (troisième et dernier partie)

L’Immanquable #73, Fevereiro 2017, 100 pp., cor, 8,50€

26 de janeiro de 2017

Ka-Zar - Ensaio de quadriculografia portuguesa

Ficha técnica:
Super-Heróis
(EUA) Ka-Zar#1, Outubro de 1936, Ben Thompson
(EUA) X-Men #10, Março de 1965, Stan Lee (texto) e Jack Kirby (desenho)
Outros autores: Sal Buscema, Gerry Conway, Tony Zuniga, Mike Friedrich, Don Heck, Paul Reinman, Mike Royer, Jack Abel
Estreia em Portugal: Mundo de Aventuras Especial #2, 18 de Agosto de 1975
Outras publicações: Mundo de Aventuras (2ª fase)


O primeiro Ka-ZarDavid Rand, é um senhor da selva, na senda das aventuras de Tarzan. A sua estreia foi no comic-book Ka-Zar #1 de Outubro de 1936, com o nome de Ka-Zar the Great. O segundo Ka-Zar só aparece em 1965 pela dupla Jack Kirby/Stan Lee para o X-Men #10. Nesta nova versão de Ka-Zar (Kevin Plunder como novo de baptismo), vive numa Terra povoada por dinossáurios e extraterrestres escondidos no interior da Antártida. Originalmente escrito como um selvagem primitivo e beligerante, Ka-Zar evolui para um ser civilizado, mantendo um certo grau de desconfiança em relação à civilização e cauteloso dos visitantes de fora da Terra Selvagem.
Kevin Plunder, o "Senhor da Terra Selvagem", nasce no castelo de Kentish Town, em Londres, sendo o filho mais velho de Lord Robert Plunder, o nobre inglês que descobriu a Terra Selvagem. Depois dos seus pais serem mortos pelos bárbaros homem-macacos da Terra Selvagem, Plunder é encontrado e criado pelo tigre Zabu, detentor de poderes quase-humanos de inteligência devido a uma mutação causada por névoas radioativas. Ka-Zar significa "Filho do Tigre", na língua do Homem-MacacosKa-Zar torna-se um perito caçador, caçador, pescador e, vivendo da terra selvagem. Mais tarde, casa-se com ShannaShanna the She-Devil.
Kevin Plunder é um homem atlético, sem poderes sobre-humanos. Utiliza um estilo único de combate corpo a corpo moldado por anos de sobrevivência na Terra Selvagem, onde desenvolve grandes habilidades na caça, armadilhas e pesca. Possui uma faca Bowie e, ocasionalmente, usa um estilingue, arco e flecha e outras armas primitivas.
Ka-Zar faz parcerias com vários heróis da Marvel. Os X-Men são visitantes recorrentes na Terra Selvagem Ka-Zar é um aliado frequente, ajudando-os a derrotar mutantes, como Sauron Magneto. Também se junta ao Homem-Aranha em diversas ocasiões, uma dos quais impedindo Stegrom, o homem dinossauro de invadir a cidade de Nova Iorque com dinossauros da Terra SelvagemKa-Zar também ajuda os Vingadores a repelir Terminus, mas enquanto salvam muitos nativos, não são capazes de impedir a destruição da Terra SelvagemKa-Zar é, então, resgatado pelos Vingadores, deixando a Terra Selvagem, indo para o mundo civilizado. Aqui, ele e Shanna têm um filho chamado Mathew. A Terra Selvagem é, mais tarde, reconstruída e Ka-Zar e Shanna voltam com seu recém-nascido, retomando as suas aventuras.


Quadriculografia portuguesa:
  • A lenda dos homens-lagarto (Le legend of the lizzard-men), 1971, Lee e Buscema, Mundo de Aventuras Especial #2
  • Regresso ao mundo selvagem (Return to the savage land), 1974, Friedrich/Heck e Reinman/Royer, Mundo de Aventuras (2ª fase) #123
  • A derrota do feiticeiro vermelho (The Fall of the Red Wizard), 1974, Friedrich e Heck/Abel, Mundo de Aventuras (2ª fase) #129
  • Noite do homem-deus (Night of the god-man), 1974, Friedrich e Heck/Royer, Mundo de Aventuras (2ª fase) #145
  • Nas sombras dos caos/A toca de Ka-Kar (Into the shadows of chaos), 1974, Friedrich e Heck, Mundo de Aventuras (2ª fase) #158
  • Um homem-deus à solta (A man-god unleashed), 1974, Friedrich e Heck/Thomas, Mundo de Aventuras (2ª fase) #187
  • O templo de Kandura (The dream temple of Kandu Ra), 1974, Conway e Buscema, Mundo de Aventuras Especial #7
  • Guerra pré-histórica (The billion-year war), 1975, Conway e Buscema/Zuniga, Mundo de Aventuras Especial #4

Astérix e Obélix mascotes do Campeonato do Mundo de Hóquei em Gelo de 2017



25 de janeiro de 2017

Jess Long - Ensaio de quadriculografia portuguesa

Ficha técnica:
Policial
(Bélgica) Spirou #1639, 11 de Setembro de 1969
Maurice Tillieux (argumento) e Arthur Piroton (desenhos)
Outros artistas: Raes
Estreia em Portugal: Mundo de Aventuras (2ª fase) # 281, 22 de Fevereiro de 1979
Outras publicações: Jornal da BD

Acompanhado pelo seu colega Slim Sullivan, o corajoso Jess Long é um detective do FBI. A série inspira-se fortemente no chamado «cinema negro» norte-americano com os primeiros episódios a centrarem-se no território norte-americano. Após a morte de Tillieux em 1978, Piroton redige alguns argumentos, assim como Smit le Bénédicte, Raes, Bom e Durao.

Quadriculografia portuguesa:
  • Os novos negreiros (Les nouveaux négriers), 1970, Piroton e Tillieux, Mundo de Aventuras (2ª fase) #338
  • K.O. para a eternidade (K.O. pour l'éternité), 1971, Piroton e Tillieux, Jornal da BD #143
  • A evasão (Le evasion), 1972, Piroton e Tillieux, Mundo de Aventuras (2ª fase) #298
  • As sombras do fogo (Les ombres du feu), 1972, Piroton e Tillieux, Mundo de Aventuras (2ª fase) #281
  • O buda escarlate (Le bouddha écarlate), 1972, Piroton e Tillieux, Mundo de Aventuras (2ª fase) #388
  • O homem do fundo da noite (L'homme du bout de la nuit), 1974, Piroton e Tillieux, Mundo de Aventuras (2ª fase) #471
  • A intimidação (L'intimidation), 1982, Piroton e Raes, Jornal da BD #143

Top das vendas de Banda Desenhada de 9 a 15 de Janeiro de 2017

1º lugar (novo)
Tintin au pays des Soviets (version colorisée, tirage standard)
Hergé
Casterman

2º lugar (novo)
Tintin au pays des Soviets (version colorisée, tirage luxe)
Hergé
Casterman

3º lugar (-2)
 Blake et Mortimer #24 Le Testament de William S.
André Juillard, Yves Sente
Blake et Mortimer

Os Túnicas Azuis #12: A loucura dos Azuis

Já se encontra nas bancas, juntamente com o jornal Público, o 12º volume da colecção Os Túnicas Azuis. O episódio escolhido é a 32ª aventura da série, "A loucura dos Azuis" ("Les bleus en folie"), publicado originalmente na revista belga Spirou em 1991, com publicação em álbum nesse mesmo ano. 
O episódio, inédito em Portugal, revela-nos que o cabo Blutch descobre que tem um sósia. Só que este está internado num asilo depois de ter enlouquecido durante um ataque dos Confederados, e o pai está convencido de que é preciso expô-lo de novo à violência dos combates para que o jovem recupere a razão. Comovido, Blutch decide tomar o lugar do seu sósia para que este possa ser curado pelo pai. Mas não é fácil manter a sanidade mental num asilo e as coisas complicam-se ainda mais com a chegada à instituição do sargento Chesterfield, esse sim, infelizmente, de cabeça perdida!…

Os Túnicas Azuis #13: A loucura dos Azuis, Willy Lambil e Raoul Cauvin, Público/ASA, 48 pp., cor, capa dura, 6,95€ com o jornal Público

24 de janeiro de 2017

Ian Kaledine - Ensaio de quadriculografia portuguesa

Ficha técnica:
Aventura / Fantástico
(Bélgica) Tintin #15/32º ano, 12 de Abril de 1977
Jean-Luc Vernal (argumentos) e Ferry (desenhos)
Estreia em Portugal: Mundo de Aventuras (2ª fase) # 393, 23 de Abril de 1981
Outras publicações: Tintin, Álbum Meribérica


Em 1908, um gigantesco meteorito cai na Sibéria, alterando a vida calma do nobre russo Ian Kalédine, conhecendo a jornalista Jane Headlong e o gigantesco irlandês Ferragus Kildare. Inseparáveis, este trio percorre a Europa do início do século XX, enfrentando várias situações irracionais. 

Quadriculografia portuguesa:
  • Fim de semana na Escócia (Week-end en Ecosse), 1978, Mundo de Aventuras (2ª fase) #393
  • A noite branca (La nuit blanche), 1978, Mundo de Aventuras (2ª fase) #407; Álbum Meribérica [1984]
  • A armadilha dos Dardanelos (Le traquenard des Dardanelles), 1979, Mundo de Aventuras (2ª fase) #420
  • O segredo da taiga (Le secret de la taiga), 1980, Tintin #48/14º ano a 13/15º ano;  Mundo de Aventuras (2ª fase) #450 a #451; Álbum Meribérica [1986]
  • A memória do fundo do olho/A memória visual (La mémoire du fond de l'il), Mundo de Aventuras (2ª fase) #525 a #526; Álbum Meribérica [1986]

23 de janeiro de 2017

Harald, o viking - Ensaio de quadriculografia portuguesa

Ficha técnica:
Histórico
(Bélgica) Tintin #25/11º ano, 20 de Junho de 1956 - Tintin #39/22º ano, 26 de Setembro de 1967
Liliane & Fred Funcken (argumento e desenho)
Outros autores: Jacques Acar (argumento)
Estreia em Portugal: Cavaleiro Andante nº 399, 22 de Agosto de 1959
Outras publicações: Zorro, Nau Catrineta, Pisca-Pisca, Tintin


O rigor histórico é uma determinante nesta série de aventuras de vikings. Harald é considerado pelos seus o melhor marinheiro das terras de Framme. Banido, injustamente, da sua tribo, por ter ajudado o seu irmão ThorerHarald deixa as costas da Noruega em troca da longínqua América. Recuperada a honra, Harald parte em novas missões, tendo sempre o mar como o seu único universo.

Ensaio de quadriculografia portuguesa:
  • A ilha de Bruma (L'île de la brume), 1956, Funcken, Cavaleiro Andante #399 a #455
  • A luz verde (La lueur verte), 1957, Funcken, Zorro #37 a #53
  • A esquadra vermelha (L'escadre rouge), 1961, Funcken, Tintin #7 a #21/6º ano
  • O filho de Thorolf/O regresso do viking (Le fils de Thorolf), 1966, Funcken e Acar, Nau Catrineta #303 a #308; Pisca-Pisca #3



Colecção Oficial de Graphics Novels da Marvel #35

À medida que o supercrime evolui, também aqueles que o combatem terão de fazer o mesmo! Reunidos por Steve Rogers, os Vingadores Secretos são uma equipa clandestina dos Heróis Mais Poderosos da Terra, que leva a cabo missões ocultas para proteger o mundo do desastre. Parte espiões, parte super-heróis, esta é uma equipa de Vingadores como nunca antes se viu.

Seis anos depois de Brian Michael Bendis ter desmantelado os Heróis Mais Poderosos da Terra, a outrora solitária equipa, embora poderosa, tornou-se numa organização multifacetada. Tendo passado pela Guerra Secreta, Dinastia de M, Guerra Civil, Invasão Secreta, Reinado Sombrio e Cerco, os Vingadores podem ter saído desses eventos desgastados e feridos, mas mais do que nunca, são uma força a ser temida, e expandiram-se em várias divisões interligadas. Além da equipa principal (designada agora como Poderosos Vingadores) existem muitas outras equipas (podemos citar entre elas os Novos Vingadores, os Espantosos Vingadores, etc…).

Mas agora, existe também uma unidade de operações clandestinas com título próprio. Vingadores Secretos é o fruto da colaboração entre o ilustrador Mike Deodato e o escritor Ed Brubaker. Antes do seu lançamento em 2010, Brubaker tinha adiantado que o comic teria certamente “elementos e enredos de espionagem, uma influência Steranko (referente ao trabalho do aclamado argumentista e desenhador Jim Steranko nas histórias da S.H.I.E.L.D.), e toda aquela maquinaria louca à la Jack Kirby, mas deixando de fora quaisquer histórias tipo telenovela. Espero que se distinga dos outros títulos e equipas de Vingadores”.

Ed Brubaker é um argumentista que não precisa de apresentação, e é considerado um dos mestres do policial, do noir ou da espionagem. Algumas das suas séries mais aclamadas são Gotham Central, que partilhou com Greg Rucka, e que conta a história de uma esquadra da polícia em Gotham, e as vidas e casos dos detetives, polícias, advogados ou informadores que lá existem, uma maneira brilhante e inovadora (na altura) de trazer a vida real para um mundo de super-heróis, ou a sua célebre fase do Capitão América, que inclui a história O Soldado de Inverno, que serviu de base ao filme do mesmo nome. E o brasileiro Mike Deodato é um dos nomes grandes da Marvel, cujo trabalho já vimos no volume 17 desta colecção, Thunderbolts: Fé nos Monstros.

Combinando as temáticas da superespionagem, espionagem industrial e ameaças de nível cósmico, Brubaker e Deodato deram uma abordagem original aos Heróis Mais Poderosos da Terra que irá agradar a todos os níveis. Acrescentar mais um ramo aos bem estabelecidos grupos dos Vingadores não é tarefa fácil para um autor, mas com Vingadores Secretos surgiu a equipa perfeita para combater nas sombras contra ameaças clandestinas, em todas as suas formas e feitios.

Colecção Oficial de Graphics Novels da Marvel #35: Vingadores secretos - Missão a Marte, Ed Brubaker e Mike Deodato, Salvat, 136 pp., cor, capa dura  

22 de janeiro de 2017

Garrett - Ensaio de quadriculografia portuguesa

Ficha técnica:
Western
(Argentina) Misterix, 1962-1965
Ray Collins (argumento) e Arturo Del Castillo (desenho)
Estreia em Portugal: Mundo de Aventuras (1ª fase) #736, 31 de Outubro de 1963
Outras publicações: Selecções do Mundo de Aventuras

Pat Garrett é um cavaleiro solitário que percorre o Oeste em busca de quem lhe destruiu a família. Trata-se de um western realista, violento e recheado de belas mulheres. Garrett reaparece em 1974 com o nome de El Cobra.  

Ensaio de quadriculografia portuguesa:
  • Veio para morrer, Mundo de Aventuras (1ª fase) #736
  • A squaw negra, Mundo de Aventuras (1ª fase) #741
  • Planície negra, Mundo de Aventuras (1ª fase) #741
  • [-], Mundo de Aventuras (1ª fase) #741
  • Feras do Oeste, Mundo de Aventuras (1ª fase) #748
  • A coluna do silêncio, Selecções do Mundo de Aventuras #38
  • [-], Selecções do Mundo de Aventuras #38
  • A sombra das armas, Selecções do Mundo de Aventuras #42
  • As marcas do diabo, Selecções do Mundo de Aventuras #44
  • [-], Selecções do Mundo de Aventuras #44
  • E os abutres voltaram, Selecções do Mundo de Aventuras #49
  • Vento sobre o deserto, Selecções do Mundo de Aventuras #49
  • O ouro do paraíso, Selecções do Mundo de Aventuras #49
  • Um dia negro em West Fork, Selecções do Mundo de Aventuras #56
  • [-], Selecções do Mundo de Aventuras #56
  • Regresso à honra, Selecções do Mundo de Aventuras #56
  • Os filhos de Joe Carrell, Selecções do Mundo de Aventuras #59
  • Os irmãos Dalton, Mundo de Aventuras (1ª fase) #965
  • A revolta do Trovão Todo o Poderoso, Mundo de Aventuras (1ª fase) #973
  • Justiça em Seely City, Mundo de Aventuras (1ª fase) #982
  • O tesouro dos Apaches, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1006
  • A emboscada, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1015
  • Por um pouco de soro, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1025
  • O garanhão branco, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1034
  • Jogadores em Green Rock, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1042
  • O rapto, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1050
  • Matei um inocente, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1058
  • A manada, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1067
  • Xerife precisa-se, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1067
  • Agente federal, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1085
  • O pequeno kiowa, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1096
  • A quadrilha misteriosa, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1102
  • Inferno sobre rodas, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1112
  • O xerife solitário, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1122
  • A fronteira, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1130
  • Cadeia de ódio, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1138
  • O segredo do rancheiro, Mundo de Aventuras (1ª fase) #1155

21 de janeiro de 2017

Flama de Prata - Ensaio de quadriculografia portuguesa


Ficha técnica:
Flamme d'Argent
Histórico
(Bélgica) Tintin #38 (15º ano), 22 de Setembro de 1960 - Tintin #40 (18º ano), 1 de Outubro de 1963
Greg (argumento) e Paul Cuvelier (desenho)
Estreia em Portugal: Álbum do Cavaleiro Andante #99, Agosto de 1962
Outras publicações: Mundo de Aventuras (2ª fase), Selecções do Mundo de Aventuras

Ardan des SablesFlama de Prata, por causa de uma medalha que transporta ao pescoço, desloca-se à Terra Santa para encontrar o seu pai, desaparecido numa Cruzada. Acompanhado pelo seu escudeiro Thomas, regressa a França, tornando-se um justiceiro.
Esta série medieval conta apenas com três episódios, todos editados em Portugal.


Ensaio de quadriculografia portuguesa:
  • Flama de Prata (Flamme d’argent), 1960, Álbum do Cavaleiro Andante #99; Mundo de Aventuras (2ª fase) #289
  • O cruzado sem nome (Le croisé sans nom), 1962, Mundo de Aventuras (2ª fase) #321
  • O escudo de luz (Le bouclier de lumière), 1963, Selecções do Mundo de Aventuras #236

Mil Rayos! #14

Recebi o número 14 da revista tintinófila Mil Rayos, publicação semestral da Associación Tintinófila da habla hispana. Deixo-vos com a capa e a contra-capa com o sumário desta edição.




20 de janeiro de 2017

Um novo álbum do Astérix em Outubro de 2017







Em Busca do Pássaro do Tempo - Ensaio de quadriculografia portuguesa

Ficha técnica:
La Quete de l'oiseau du temps
Heroic-Fantasy
(França) Imagine #1, Dezembro de 1975 
Serge Le Tendre (textos) e Régis Loisel (desenhos)
Outros artistas: Lidwine e Mohamed Aouamri
Estreia em Portugal: Selecções BD (1ª série) #19, Novembro de 1989
Outras publicações: Álbum Meribérica, Público/Edições ASA


No reino de Akbar, o deus maldito Ramos encontra-se aprisionado num búzio que só pode ser definitivamente selado pelo pássaro do tempo. O cavaleiro Bragon, noivo da feiticeira Mara, parte à procura do misterioso pássaro do tempo. Acompanha-o a bela Pelisse, filha de Mara, o Desconhecido e Burlog. As provas a que se têm de submeter são numerosas ao longo de uma viagem extenuante que os levará ao Pássaro do Tempo. Até 2013 foram editados 8 álbuns.


Ensaio de quadriculografia portuguesa:
  • Pélisse (Pélisse), Loisel e Le Tendre, 1975, Selecções BD (1ª série) #19
  • O búzio de Ramor (La conque de Ramor),  Loisel e Le Tendre, 1975, Álbum Meribérica [1990]
  • O templo do esquecimento (Le temple de l'oubli), Loisel e Le Tendre, 1983, Álbum Meribérica [1992]
  • O mestre (Le rige), Loisel e Le Tendre, 1985, Álbum Meribérica [1995]
  • O ovo das trevas (L'oeuf des tenébres), Loisel e Le Tendre, 1987, Álbum Meribérica [1998]
  • O amigo Javin (L'ami Javin), Lidwine e Le Tendre, 1998, Álbum Meribérica [2000]; Álbum Público/Edições ASA [2011]*
  • O livro dos deuses antigos (Le grimoire des dieux), Aouamri e Le Tendre, 2007, Álbum Público/Edições ASA [2011]*
*Álbum duplo

Listagem das séries mais editadas em álbum em Portugal até 2016

Eis a listagem dos álbuns editados em Portugal até Dezembro de 2016 ordenados por série. De salientar que nos dez primeiros classificados só uma série (Star Wars) não pertence à escola franco-belga.

-->
Posição Série Nº de álbuns
1 Lucky Luke 158
2 Astérix 132
3 Spirou e Fantasio 89
4 Tintin  89
5 Michel Vaillant 87
6 Star Wars 87
7 Blake e Mortimer 74
8 Alix 57
9 Corto Maltese 51
10 Blueberry 50

Rui Zink em evento do Clube Português de Banda Desenhada


19 de janeiro de 2017

Top das vendas de BD em França de 2 a 8 de Janeiro de 2017

1º lugar (=) (5ª semana)
Blake et Mortimer #24 - Le Testament de William S.
André Juillard e Yves Sente
Editions Blake et Mortimer

2º lugar (=) (8ª semana)
Lucky Luke #7 (Les Aventures de… d’après Morris) - La terre promise
Achdé e Jul
Lucky Comics

3º lugar (=) (12ª semana)
L’Arabe du futur #3 - Une jeunesse au Moyen-Orient, 1985-1987
Riad Sattouf
Allary Éditions

Dan Cooper - Ensaio de quadriculografia portuguesa

Ficha técnica:
Aventura
(Bélgica) Tintin #46/9º ano, 17 de Novembro de 1954
Albert Weinberg (argumentos e desenhos)
Estreia em Portugal: Flecha #12 de 27 de Dezembro de 1935
Outras publicações: Cavaleiro Andante, Nau Catrineta, Tintin, Álbum Livraria Bertrand, Selecções Tintin (Íbis), Almanaque Tintin, Selecções do Mundo de Aventuras, Álbum Distri Editora


Dan Cooper é um oficial da Força Aérea Canadiana que percorre os céus do seu país natal e do mundo, viajando mesmo até à Lua, antes dos verdadeiros astronautas americanos. Aventuras com intrigas de espionagem, entrando, por vezes, no mundo do fantástico e na ficção científica. Até 1992 foram publicados 42 aventuras em álbum-

Ensaio de quadriculografia portuguesa:
  • O triângulo dourado (Le triangle bleu), 1954, Flecha #12 a #37*
  • O senhor do Sol (Le mâitre du soleil), 1955, Cavaleiro Andante #248 a #317
  • A barreira do silêncio (Le mur de silence), 1957, Cavaleiro Andante #383 a #436
  • Destino Marte (Cap sur Mars), 1958, Nau Catrineta #1 a #61
  • Duelo no céu (Duel dans le ciel), 1960, Nau Catrineta #78 a #134
  • Os três cosmonautas (Les 3 cosmonautes), 1963, Nau Catrineta #183 a 207
  • S.O.S. no espaço (S.O.S. dans l'espace), 1963, Álbum Livraria Bertrand [1973]
  • Pânico em Cabo Kennedy (Panique à Cape Kennedy), 1966, Álbum Distri Editora [1984]
  • Os homens das asas de oiro (Les hommes aux ailles d'or), 1967, Tintin #1 a #15/1º ano
  • Céu da Noruega (Ciel de Norvége), 1968, Tintin #1 a #15/2º ano
  • Piratas às duas horas! (Pirate à deux heures), 1968, Selecções Tintin #7
  • Os pilotos perdidos (Les pilotes perdues), 1969, Álbum Livraria Bertrand [1973]
  • Apollo chama Soyouz (Apollo apelle Soyouz), 1969, Tintin #42/2º ano a #11/3º ano 
  • O caso Minus (L'affaire Minus), 1970, Tintin #7 a #28/5º ano
  • Desafio! (Defi!), 1970, Mundo de Aventuras (2ª série) #510
  • Drama em Forte Churchill (Drame a Fort Churchill), 1970, Selecções do Mundo de Aventuras #242
  • Objectivo Jumbo (Objectif Jumbo), 1970, Álbum Distri Editora [1984]
  • Terror em Red Cliff (Terreur a Red Cliff), 1971, Almanaque Tintin #9; Mundo de Aventuras (2ª série) 548
  • O barão «vermelho» (Le baron «rouge»), 1971, Selecções do Mundo de Aventuras #248
  • Queda livre (Chute libre), 1979, Selecções Tintin (Íbis) #2 
  • Missão em Baalbek (Mission a Baalbek), 1979, Selecções Tintin (Íbis) #2; Almanaque Tintin #5
  • Os paraquedistas (Les paras), 1979, Selecções do Mundo de Aventuras #234
* ficou incompleta

Comix #192 nas bancas!!!

Nós já sabíamos que tu eras daqueles super-hiper-mega fãs de banda desenhada, mas sabias que o Tio Patinhas também o era? É que fomos dar com ele na Comic Con, como convidado especial, a dar show em frente a um ecrã gigante!!! Pelo menos é isso que a capa fantástica desta edição nos indica! Bem, mas o melhor será mesmo leres a primeira história em destaque, Tio Patinhas emUm cosplayer a mais, para perceberes o que se passou! Ainda vais é descobrir que o tio mais avarento de Patópolis até gosta de se disfarçar dos seus heróis preferidos!!! Ah, ah, ah!!! E se o último mundo de que falámos é “faz-de-conta”, a verdade é que a próxima história a relevar é assustadoramente real! Com fantasmas metidos ao barulho, o melhor será mesmo chamar o melhor detective do mundo para desvendar que mistério estará a decorrer! Junta-te ao Mickey e o clube dos espectros!!! Estas e outras histórias na tua Comix de sempre!!!

ÍNDICE

05 Tio Patinhas em… Um cosplayer a mais
36 Piadas
39 Mickey e a espada de sorvete
61 Gansolino Never – Agente especial molho
87 Mickey e o clube dos espetros
119 Bafo-de-Onça e o assalto imperfeito
127 Patalójika, a bruxa que erra – O túnel do horror
128 Tio & sobrinho – Coragem!

JOGOS

59 Corre, Gastão!
60 Arrumações do Pateta…

18 de janeiro de 2017

Cavaleiro Ardent - Ensaio de quadriculografia portuguesa


Ficha técnica:
Chevalier Ardent
Aventura
(Bélgica) Tintin #1/21º ano, 4 de Janeiro de 1966
François Craenhals (argumento e desenho)
Estreia em Portugal: Tintin nº 1/2º ano, 31 de Maio de 1969 
Outras publicações: Álbum Livraria Bertrand, Tintin Especial Anual, Álbum Difusão Verbo, Mundo de Aventuras (2ª fase), Selecções Tintin (Íbis), Almanaque Tintin


O filho de Eleutério de WalburgeArdent, só tem um sonho: entrar na corte do Rei Arthus. Para tal, terá de combater o sinistro Príncipe Negro. Feito cavaleiro, Ardent reconstrói o seu castelo Rougecogne e apaixona-se pela bela Gwendoline. Contudo, o pai de Gwendoline tenta romper este idílio, enviando Ardent para missões impossíveis, quer nas brumas irlandesas, como nas estepes asiáticas. A série terminou em 2001 com vinte álbuns publicados.


Ensaio de quadriculografia portuguesa:
  • O príncipe negro (Le prince noir), 1970, Álbum Livraria Bertrand [1982]
  • Os lobos de Rougecogne (Les loups de Rougecogne), 1966, Álbum Difusão Verbo [1985]
  • A lei da estepe (La loi de la steppe), 1967, Álbum Difusão Verbo [1985]
  • A trompa da névoa (La corne de brume), 1968, Tintin #1 a #17/2º ano; Álbum Difusão Verbo [1986]
  • Os lobisomens (Les loups-garous), 1969, Selecções Tintin (Íbis) #8
  • A harpa sagrada (La harpe sacrée), 1969, Tintin #13 a #34/3º ano; Álbum Difusão Verbo [1987]
  • O urso com cornos (L'ours cornu), 1969, Almanaque Tintin #1
  • Sangue de boi (Sang de boeuf), 1969, Tintin #5/3º ano
  • O segredo do rei Arthus (Le secret du roi Arthus), 1970, Tintin #36/4º ano a #6/5º ano
  • O cão dos Arboé (Le chien des Arboé), 1970, Mundo de Aventuras (2ª fase) #374
  • A torre serracena (La tour Sarrasine), 1970, Mundo de Aventuras (2ª fase) #413
  • A aposta (Le pari), 1970, Tintin Especial Anual de 1976
  • O duende (Le farfadet), 1971, Mundo de Aventuras (2ª fase) #475
  • O tesouro do mago (Le trésor du mage), 1971, Tintin #20 a #43/6º ano
  • A salamandra (La salamandre), 1972, Almanaque Tintin #3
  • O barqueiro (Le passeur), 1973, Tintin Especial Anual de 1977
  • Fome em Rougecogne (Famine à Rougecogne), 1974, Almanaque Tintin #9
  • A princesa cativa (La Princesse captive), 1974, Tintin #38 a #47/8º ano
  • A revolta do vassalo (La révolte du vassal), 1975, Tintin #35 a #46/9º ano
  • Os cavaleiros do Apocalipse (Les cavaliers de l’apocalypse), 1977, Tintin #17 a #37/11º ano
  • A passagem (Le passage), 1978, Tintin #29 a #32/13º ano