30 de novembro de 2016

Comix #186 nas bancas!!!

A Comix #186 chegou em grande estilo! O Mickey abre a porta a mais uma edição inesquecível da Comix, que vai deixar-te preso da primeira à última página! E este número começa logo a abrir, com o Mickey e o Pateta a passarem umas merecidas férias grátis na neve, mais precisamente no Grande Hotel das Neves. Mas como sempre, para o Mickey nunca são apenas férias… A sua mente de detective não vai parar até conseguir deslindar mais um mistério daqueles que parecem não ter solução. Não percas Mickey e o toque de fogo! Num ambiente mais soalheiro parece estar o Tio Patinhas e a sua família! Será que o pato mais avarento de Patópolis vai conseguir caçar mais um tesouro, em alto mar? Para o saberes terás que ler Tio Patinhas e a estrela de ouro!!! Estas e muitas outras histórias na tua Comix de sempre!

Os Túnicas Azuis #4: Os Azuis a preto e branco

É hoje colocado nas bancas mais um volume da colecção Os Túnicas Azuis, numa edição da ASA e do jornal Público.

"Os Azuis a preto e branco" ("Des bleus en noir et blanc") foi originalmente publicado na revista Spirou em 1976 e editado, um ano mais tarde, pela Dupuis. O episódio não é inédito em Portugal, tendo sido editado pela Edinter em 1986, sendo o 5º volume da colecção.

Este episódio tenta retratar os repórteres de guerra, como Mathew Brady, que se estima tenha tirado cerca de mil fotografias da Guerra de Secessão. O fotógrafo Mathew B. Brady fora contratado por Lincoln para registar para a posteridade o terrível dia-a-dia da frente de batalha. Será desta que a crua realidade da guerra virá ao de cima graças à imprensa? Nem por isso, pois os jornais só relatam aquilo que querem e como querem! E os nossos dois heróis, Blutch e Chesterfield, irão ser a triste prova disso mesmo…

Os Túnicas Azuis #4: Os Azuis a preto e branco, Willy Lambil e Raoul Cauvin, Público/ASA, 48 pp., cor, capa dura, 6,95€ com o jornal Público

28 de novembro de 2016

Colecção Oficial de Graphic Novels Marvel #31: Justiceiro

A segunda parte da história "Bem-vindo de volta, Justiceiro" da série Justiceiro é o volume escolhido para o 31º da Colecção Oficial de Graphic Novels Marvel, uma edição da Salvat.

“A guerra solitária do Justiceiro contra o crime organizado continua! Gravemente ferido depois de os homens de Ma Gnucci terem descoberto o seu esconderijo, Frank vai precisar das suas forças todas para levar a batalha à sua inimiga odiada. E ainda que consiga, ele vai enfrentar um desafio sem precedentes sob a forma da mais recente contratação de Ma Gnucci: um enorme e imparável assassino conhecido apenas como O Russo!”

Garth Ennis e Steve Dillon são a excepcional dupla de criadores britânicos que produziu, entre outros, a brutal história de Preacher, e que nestes dois volumes do Justiceiro emprestam as suas muitas qualidades a uma saga do mais controverso dos heróis da Marvel. Escritor irreverente e iconoclasta, cujo trabalho se define pelo humor negro e violência extrema, Garth Ennis começou a carreira nos comics a desafiar as convenções, roçando a controvérsia - característica ainda presente no seu trabalho atual, e que talvez nunca se tenha evidenciado tanto, particularmente na vertente do humor negro, como nesta série que escreveu para a Marvel.

Temos de referir também o lamentado Steve Dillon, falecido a 22 de Outubro de 2016, que desenvolveu muita da sua carreira em associação com Ennis, de quem foi o parceiro em Preacher, e que o acompanhou na aventura da Marvel. Depois de trabalhar nos seus próprios comics, Dillon estreou-se profissionalmente com 16 anos de idade, ao desenhar uma história na revista Hulk Comic da Marvel UK. Em 1980, começou a desenhar para a 2000 AD e para a Judge Dredd Megazine. Trabalhou no “Mais Excelente Comic da Galáxia” e no seu spin-off, de forma consistente, durante as duas décadas seguintes, tendo a sua última história sido publicada no #1164 de 1999.

A sua grande oportunidade no mercado americano propriamente dito, surgiu ao desenhar 15 números de Animal Man da DC, entre 1990 e 1992. Com a carreira nos EUA a ganhar ímpeto, desenha a série em quatro partes Car Warriors, bem como o título de sucesso da Vertigo, Hellblazer. A sua versão de John Constantine nas páginas de Hellblazer reúne-o com Garth Ennis, o irreverente escritor britânico com quem tinha colaborado anteriormente, em 2000 AD. O título vanguardista deu-lhe a liberdade de forçar os limites visuais, à medida que Ennis quebrava as convenções do meio ao nível de storytelling.

Tendo colaborado em duas dezenas de números de Hellblazer, de 1992 a 1994, a dupla saltou para aquela que se tornaria a sua magnum opus e uma das mais prestigiadas e comerciais séries dos finais dos anos 90: Preacher, da Vertigo. Mas quando Preacher terminou, Dillon e Ennis trabalhavam já no Justiceiro, para o selo da Marvel Knights, que relançou a Casa das Ideias como grande editora criativa e de sucesso. Steve Dillon continuaria ligado à Marvel, e ao Justiceiro, ainda durante anos, não só com Garth Ennis como argumentista, mas numa notável mini-série do Justiceiro escrita por Jason Aaron, já em 2010: Punisher MAX. Depois de ter trabalhado em inúmeros heróis da Marvel, Dillon tinha acabado de regressar ao Justiceiro, como parceiro da escritora Becky Cloonan, quando a morte o surpreende.

A dupla de criadores de Ennis e Dillon mudou para sempre o Justiceiro. Ao fim de quase uma década a escrever o título, fizeram com que o Justiceiro evoluísse bastante para além de um homem simplesmente em busca de vingança pelo homicídio da sua família. Todos os horrores que o haviam colocado naquele trilho foram postos a descoberto, e a sua personagem completamente redefinida para o novo milénio.

Este volume reúne as edições 7 a 12 de The Punisher (vol. 3).
 
Colecção Oficial de Graphic Novels Marvel #31, Justiceiro: Bem-vindo de volta, Frank - Parte 2, Garth Ennis e Steve Dillon, Editorial Salvat, 160 pp., cor, capa dura, 11,99 €

27 de novembro de 2016

Les Amis de Hergé #62

Já se encontra disponíveis para os associados o número de Outono da revista Les Amis de Hergé. Destacamos neste número  o dossiê assinado pelo tintinófilo Philippe Goddin "Hergé et l'aventure des cartes neige" dedicado aos numerosos cartões de Boas Festas assinados pelo criador de Tintin e a última parte do estudo sobre o merchandising derivado do mundo de Tintin.

Les Amis de Hergé #67, Automme 2016, 60 pp., cor, exclusivo para sócios do clube "Les Amis de Hergé"

26 de novembro de 2016

HS Historia:Thorgal et la saga des Vikings

Já se encontra nas bancas nacionais o hors-serie da revista francesa Historia dedicada a Thorgal, uma série de culto criada por Jean Van Hamme e Gzergorz Rosinski. O lançamento deste número especial coincide com a edição do 35º volume da série, intitulado álbum "Le Féu Écarlate" com argumento de Xavier Dorison e desenhos de Grzegorz Rosinski.

O índice da revista é o seguinte:

  • La case départ de Van Hamme
  • Rosinski, entre ombres et lumières
  • L'enfant des étoiles
  • La porte des mondes
  • Par Odin et partout
  • Grosses lames et fines ruses
  • On ne Badine pas avec la loi!
  • Banni soit qui mail y pense
  • La femme, un viking au féminin
  • Les conquérants des mers
  • Terre verte et raisins murs
  • Un monde né du chaos
  • Thorgal, le feu écarlate
  • Les vikings crèvent l'écran
  • Séries à suivre
Thorgal et la saga des Vikings, Historia Hors-Série, novembre 2016, 132 pp., 8,90€

25 de novembro de 2016

Colecção Oficial de Graphics Novels #30: Capitão Bretanha

O Capitão Bretanha embarca numa surpreendente aventura, que o leva a uma versão sombria e distorcida da Grã-Bretanha, na qual se depara com a loucura do manipulador de realidade Mad Jim Jaspers, e tem de enfrentar o temível assassino de heróis, o simbionte Fúria. E mais, o Leão de Londres junta-se à bela Saturnyne, e vai enfrentar alguns dos seus mais letais inimigos, o Mestre Assassino e a anárquica Gangue Maluca, e será também caçado por Cão de Guerra e o Poder Executivo. Ação e aventura britânicas à Maneira da Magnipotente Marvel!.

No ano em que se publicaram em Portugal alguns dos seus livros mais importantes de sempre, é com grande prazer que a Salvat apresenta mais uma das obras marcantes da carreira daquele é certamente um dos maiores argumentistas de comics de todos os tempos, Alan Moore. Juntando-se a Watchmen, V de Vingança, Liga de Cavalheiros Extraordinários: Século e Miracleman, este volume de Capitão Bretanha permite aos fãs terem uma visão maravilhosa das histórias que Moore criou, desta feita para o universo de super-heróis da Marvel.

Em 1976, Roy Thomas e o desenhador Frank Robbins apresentavam o primeiro herói britânico da Marvel, o Union Jack, e poucos meses depois chegava o primeiro super-herói criado pela Casa das Ideias de propósito para o mercado inglês. A Marvel UK tinha começado uns anos antes a reimprimir revistas da sua casa-mãe, para distribuição direta na Grã-Bretanha, e sempre tinha pedido para poder editar material original. Infelizmente, as primeiras experiências falharam, apesar de terem resultado na criação de Capitão Bretanha por Chris Claremont e Herb Trimpe.

Foi o lendário editor Dez Skinn que relançaria a Marvel UK um par de anos mais tarde, e o Capitão Bretanha regressaria às páginas das revistas da Casa das Ideias como personagem secundária ao lado do Hulk ou do Cavaleiro Negro. Foram feitas várias tentativas de relançar o herói, até que Alan Davis, na altura em início de carreira, foi contratado para recriar o fato do Capitão, e desenhar a série; com a saída posterior do então argumentista da série, David Thorpe, ficou aberta a porta para a entrada de Alan Moore, que já tinha começado a colaborar com Alan Davis na revista Warrior (Davis tinha acabado de substituir Garry Leach como desenhador de Miracleman).

Fazendo jus à sua reputação de “reconstruidor e desconstruidor” de personagens, Alan Moore reescreveu a origem do Capitão Bretanha, tornando Merlyn num poderoso guardião do universo, e Braddock em membro de uma família extradimensional. Deu também ao Capitão Bretanha uma ligação metafísica com o Extramundo – que ele definiu como estando localizado no nexo da realidade, onde ciência e magia existem como uma só. E o resto é história, como se costuma dizer, histórias que os leitores poderão ler neste maravilhoso volume que recolhe toda a contribuição que Alan Moore deu para o Capitão Bretanha e o universo que o rodeia.

É pois um Alan Moore em início de carreira que poderemos ver neste espetacular volume da Coleção Oficial de Graphic Novels da Marvel, que inclui um extenso dossier sobre a personagem do Capitão Bretanha, e sobre os seus autores. Porque não só de Moore vive este volume, e é de salientar o extraordinário trabalho de Alan Davis. É possível ver a arte dele a evoluir enquanto a história avança, tornando-se cada vez mais experimental, à medida que ele quebra tradições e desenvolve o seu próprio estilo. E, naquela época, os autores tinham apenas oito páginas por semana para contar este épico multidimensional, por isso, cada uma dessas páginas está a abarrotar de ideias e imagens, em contraste com a banda desenhada descomprimida dos dias de hoje. Um volume a não perder, um grande clássico da BD de super-heróis.

Este volume reúne as edições 387-388 de Marvel Superheroes, 1-11 de The Daredevils e 7-13 de The Mighty World Of Marvel, Volume 2.

Colecção Oficial de Graphics Novels #30: Capitão Bretanha – Um Mundo ao Contrário, Alan Moore (arg.) e Alan Davis (des.), Salvat, cor, capa dura, 200 pp., 11,99€

Hora de aventuras #3

O grande sucesso do Cartoon Network está de volta e com aventuras totalmente matemáticas!

Que Horas são? Hora de Aventuras!!
Junta-te à Finn, o humano, Jake, o cão e à Marceline nas novas aventuras na Terra de Ooo.

Finn, Jake e Marceline só querem uma coisa: JOGAR VIDEOGAMES TOTALMENTE RADICAIS! Mas um feiticeiro maléfico passou um vírus ao Bem! Irão os nossos heróis a tempo de salvar o seu amigo?

Hora de aventuras #3, Ryan North, Shelli Paroline e Braden Lamb, Devir, 120 pp., cor, 9,99€

24 de novembro de 2016

Sandman #8: A estalagem no fim do mundo

A Estalagem no fim do Mundo”, oitavo volume dos onze que formam a colecção Sandman, é um conjunto de histórias curtas interligadas sem relação directa com a narrativa central da saga, mas que exploram outras facetas e momentos desse mesmo universo.

Verdadeiro conto de fadas para adultos, "A Estalagem do fim do mundo" é uma versão moderna dos Contos de Canterbury, em que, depois de um acidente de carro durante uma tempestade, Brant Tucker, o protagonista desta história, vai parar a uma estalagem onde encontra pessoas de todas as eras, reinos e dimensões. Na verdade, a estalagem serve de abrigo a pessoas perdidas durante “tempestades de realidade”. E, enquanto esperam que a tempestade termine, contam histórias umas às outras, histórias extraordinárias, como a do conto sobre o sonho de uma metrópole, ou o encontro com uma gigantesca serpente marinha. E contos encaixados dentro de contos, e dentro das quais outras personagens contam outras histórias, como em "A necrópole". Foi também incluída neste volume uma das mais belas e populares histórias deste universo, "Ramadão", que na versão original dos volumes está incluída no volume 6, outra recolha de histórias curtas sem relação directa com a história central.

Neil Gaiman construiu em  "A Estalagem no fim do Mundo" uma fabulosa mitologia contemporânea, capaz de unir num mesmo universo, histórias de super-heróis, contos de terror, literatura clássica, cinema, rock and roll e artes plásticas. Nunca até então uma série de banda desenhada tinha alcançado junto do público e da crítica tanto sucesso.

Sandman #8: A estalagem do fim do mundo, Neil Gaiman (arg.), Michael Allred, Gary Amaro, Mark Buckingham, Steve Leialoha, Vince Locke, Bryan Talbot e Michael Zulli (des.), Levoir, capa dura, cor, 11,90€

Star Wars – Darth Vader: Sombras e Segredos

O segundo volume da saga Star Wars em BD protagonizada pelo Lorde Negro dos Sith, como só a Marvel podia fazer. Um livro em capa dura, que recompila os fascículos 7 a 12 publicados de forma independente nos Estados Unidos, feito por grandes talentos da BD dos nossos tempos. Desde a primeira aparição de Vader no ecrã, converteu-se num dos vilões mais célebres da cultura popular. Agora pode seguir Vader após o fim de Uma Nova Esperança (e das páginas da série Star Wars) nas suas aventuras solitárias, mostrando a guerra do Império contra a Aliança Rebelde na sua perspectiva! Neste 2.º volume a história continua forte e com uma grande dose de suspense. Darth Vader e Aphra continuam a sua aliança, mas quanto tempo durará? Quem será este novo agente misterioso de Tagge? A galáxia está mergulhada na desordem. Após a destruição da Estrela da Morte por um misterioso piloto rebelde cheio de energia da Força, o Lorde Sith Darth Vader foi considerado responsável pelo seu senhor, o Imperador Palaptine. Agora perseguindo o seu próprio objectivo – descobrir a identidade do tal piloto -, Vader recrutou o caçador de recompensas Boba Fett e a arqueóloga Doutora Aphra. Lançado pelo Imperador contra uma nova série de rivais que disputam a sua posição no Império, a raiva de Vader por terem duvidado da sua fidelidade é aumentada por uma revelação ainda mais chocante: o piloto que procura era na verdade o filho que nunca soubera que tinha.

Star Wars – Darth Vader: Sombras e Segredos, Kieron Gillen (argumento) & Salvador Larroca, (desenho), Planeta, cor, capa dura, 144 pp., 17,50€

23 de novembro de 2016

Top das vendas de BD em França de 7 a 13 de Novembro

1º lugar (=)
Les aventures de Lucky Luke d'aprés Morris #7: La terre promise
Achdé, Jul
Lucky Comics

2º lugar (novo)
Thorgal #35: Le feu écarlate
Grzegorz Rosiński, Xavier Dorison
Lombard

3º lugar (-1)
Les Légendaires #19 - World Without : Artémus le Légendaire
Patrick Sobral
Delcourt

Os Túnicas Azuis #3: "Os azuis na marinha"

Está disponível a partir de hoje o terceiro volume da colecção Os Túnicas Azuis, uma edição da parceria Público/ASA. "Les bleus de la marine" é a sétima aventura da série, editada, originalmente, na revista Spirou em 1974 e, um ano depois, em álbum da editora Dupuis. Em Portugal, o episódio foi pela primeira vez editado em álbum pela Edinter em 1984 e, um ano depois, em continuação no Jornal da BD entre os números 137 e 145.

Neste episódio, o cabo Blutch e o sargento Chesterfield estão sempre a arranjar sarilhos e já nenhum regimento os quer! Expulsos do 22º de Cavalaria, são incorporados na Infantaria. Da Infantaria, são recambiados para a Artilharia. Depois da Artilharia, tornam-se maqueiros. E por fim são mandados para a Marinha, onde embarcam num navio exposto a todos os perigos! Parece difícil descer mais baixo, mas afinal isso é possível: que o digam os porões do Monitor, um navio couraçado que efectua terríveis missões contra a frota inimiga!

Os Túnicas Azuis #3: "Os azuis na marinha", Willy Lambil e Raoul Cauvin, Público/ASA, 48 pp., cor, capa dura, 6,95€ com o jornal Público

22 de novembro de 2016

Comix #185 nas bancas!!!

A Comix mais tecnológica de sempre chega às bancas, com o Tio Patinhas em guerra aberta com o Patacôncio para se saber qual dos dois será aquele que produz os óculos de realidade aumentada mais evoluídos. Patópolis estará imersa no mundo digital. A questão que fica é… Será isso algo que trará mais benefícios ou malefícios? Para descobrires terás que ler Tio Patinhas e a realidade diminuída! Pronto para dares um passo para o futuro? Por falar em futuro… Sabes qual é o grande amigo do Mickey que veio do futuro, certo? É verdade, é esse mesmo: o Esquálidus! O nosso amigo da fala estranha chega com uma história em que se revela um grande segredo! Não podes perder Mickey e o segredo do Esquálidus!
Estas e muitas outras histórias na tua Comix de sempre!

Assassination Classroom #6: Hora da natação

Mais um volume desta colecção de mangá, editada pela Devir, concebida por Yusei Matsui e serializada na revista semanal Weekly Shōnen Jump.

Neste volume, a turma do 3º E descobre a maior fraqueza de Korosensei... que é afinal algo muito comum.
Serão os alunos capazes de utilizar este ponto fraco para assassinar o professor?

Assassination Classroom #6: Hora da natação, Yusei Matsui, Devir, 192 pp., p&b, 9,99€

21 de novembro de 2016

Blue Exorcist #10

A Devir disponibilizou mais um volume da série mangá Blue Exorcist da japonesa Kazue Kate.

Neste volume, após a derrota do rei impuro, os escudeiros regressam às suas vidas rotineiras na Academia da Verdadeira Cruz - mas a rotina não vai durar muito!

Praticamente do outro lado do mundo, um estranho encontro no deserto pressagia todos os eventos malignos ainda por vir...

Blue Exorcist #10, Kazue Kate, Devir, 196 pp., p&b, capa mole, 9,99€

Naruto #19: O sucessor

A Devir continua a apostar na manga e, nomeadamente, na série Naruto, lançando o 19º volume desta colecção do japonês Masashi Kishimoto.

O título "O sucessor" estreou-se no Japão em 2003. Neste volume está declarada a guerra aberta entre ninjas: Naruto, Tsunade, Jiraida e Shizune enfrentam Orochimaru e Kabuto em pleno combate...e o destino final de Tsunade depende do seu desfecho!

Será que os seus mais negros receios acabarão por concretizar-se?!

Naruto #19: O sucessor, Masashi Kishimoto, Devir, 186 pp., p&b, capa mole, 9,99€


20 de novembro de 2016

Hop! #151

Chegou-me mais um número da Hop!, uma revista francesa dedicada a informações e estudos sobre banda desenhada.

O #158, de Setembro de 2016, tem como convidado o artista francês René Bonnet, com um extenso estudo bio-bibliográfico. O leitor poderá também ler a 6ª parte do estudo sobre a série norte-americana Scorchy Smith, a 26ª parte do estudo sobre o artista francês Marijac, além dos retratos bibliográficos de autores falecidos no último trimestre e muitas informações editoriais.

Hop! #151, septembre 2016, p&b, 64 pp., 8€ 

19 de novembro de 2016

Figuras de Tintin #20 - O rei Muskar calça as luvas

O rei Muskar XII da Sildávia é a personagem escolhida para a 20ª entrega da colecção portuguesa "Figuras de Tintin - A colecção oficial", distribuída em Portugal pela Altaya

Muskar só intervém num único episódio das aventuras de Tintin: "O ceptro de Ottokar". Tintin conhece o monarca na sua deslocação à Sildávia, ajudando-o na recuperação do ceptro, símbolo da independência do país, entretanto roubado por bordurianos que pretendiam anexar a Sildávia à Bordúria.

Esta aventura do Tintin é uma réplica dos acontecimentos reais à época, quando a Áustria foi anexada pela Alemanha ao abrigo do chamado Anchluss.  

A referência da figura encontra-se na vinheta D2, prancha 42 de "O ceptro de Ottokar".

Figuras de Tintin #20 - O rei Muskar calças as luvas, Altaya, Livro de 16 pp. + estatueta + passaporte, 12,99€



Baby Blues 34 - Ca'Nojo!

Os MacPherson estão de volta!

Estão de volta as tropelias de Zoe, de Hammie e da pequena Wren que aprende com os irmãos mais velhos … onde é que já vimos este filme?
Wanda e Darryl dão o seu melhor para levar o barco a bom porto!

Baby Blues 34 - Ca'Nojo!, Rick Kirkman e Jerry Scott, Bizâncio, p&b, capa mole, 168 pp., 12,61€

18 de novembro de 2016

Star Wars - Ajuste de contas na Lua dos contrabandistas

Chega a Portugal o segundo livro da saga Star Wars em banda desenhada, com argumento de Jason Aaron, como só a Marvel podia fazer. Este volume recompila uma história especial do passado de Obi-Wan quando a injustiça reina em Tatooine. Será que Ben Kenobi se arriscará a revelar a sua identidade e fazer o que é devido? Depois de descobrir o diário do velho mestre Jedi Obi-Wan Kenobi, Luke Skywalker parte para Nar Shadaa, a lua dos contrabandistas no seu caminho para tentar converter-se num Jedi. Luke prossegue a busca para descobrir mais sobre os Jedi e encaminha-se para o templo Jedi de Coruscant, mas roubam-lhe o sabre de luz e é feito prisioneiro! Poderão os amigos socorrê-lo antes que seja obrigado a entrar na Arena da morte? Entretanto, Han e Leia enfrentam um perigo inesperado. O Império cai sobre eles com a ajuda de uma misteriosa mulher do passado de Han, a que fez um juramento! E que Chewbacca desfez! Terá de ler para crer. Série centrada nas personagens clássicas da saga: de Luke, Leia, Chewbacca, C-3PO, R2-D2 e restante Aliança Rebelde. A aventura continua nestas histórias inéditas de um clássico intemporal!

Star Wars - Ajuste de contas na Lua dos contrabandistas, Jason Aaron (argumento) e Simone Bianchi e Stuart Immonen (desenhos), Planeta, 144 pp., cor, 17,50€

Novidades editoriais de Hermann

É com bastante agrado que nos chega a notícia de que uma dezena de lançamentos do criador de Jeremiah, Hermann, está preparada para os próximos dois meses no mercado francófono.

Assim, teremos um integral que reunirá os dois tomos de O diabo dos Sete Mares, dois volumes reunindo os episódios da série As Torres de Bois-Maury, os episódios 4 a 6 da série Comanche, assim como a nova edição do "L'Intégrale Comanche" e o primeiro volume da série Duke, "La Boue et le Sang". Os leitores também terão a oportunidade de reler os one-shots "Missié Vandisandi" (inédito em português) e "Zhong Guo", que verão novas edições.


Sandman #7: Vidas breves

Já está disponível nas bancas portuguesa mais um volume de Sandman, uma criação de Neil Gaiman, numa edição da Levoir.

O  sétimo volume da colecção intitula-se “Vidas Breves” e é a história essencial que nos permite compreender a disfuncional família dos Eternos. Delírio, a mais jovem da família, deseja reconciliar-se com o irmão Destruição, que 300 anos antes abandonou a família e desapareceu. Para tal, contacta Desejo e Desespero, mas estes recusam ajudá-la. Sonho, desiludido com a sua última paixão, é o único disponível para ajudar a irmã, mas para ele é apenas uma maneira de esquecer o seu amor perdido.

Na sua busca por Destruição, os dois irmãos irão encontrar inúmeras personagens fantásticas, desde antigos deuses esquecidos, a humanos imortais que estão vivos desde a aurora dos tempos, e que começam a morrer de forma misteriosa em acidentes inexplicáveis, tais como a deusa Ishtar, antiga amante de Destruição, entre outros.

Vidas Breves” é uma história ilustrada por Jill Thompson e Vince Locke, que nos consegue mostrar, no seu estilo elegante, desde o reino onírico aos mais sórdidos ambientes urbanos.

Sandman #7: Vidas breves, Neil Gaiman, Jill Thompson e Vince Locke, Levoir, capa dura, cor, 11,90 € com o jornal Público 

17 de novembro de 2016

Top das vendas de BD em França de 31 de Outubro a 6 de Novembro

1º lugar (novo)
Les Aventures de Lucky Luke d'aprés Morris #7 - La terre promise
Achdé e Jul
Lucky Comics

2º lugar (-1)
Les Légendaires #19 - World Without : Artémus le Légendaire
Patrick Sobral
Delcourt

3º lugar (-1)
Lou! #7 - La Cabane
Julien Neel
Glénat

16 de novembro de 2016

Os Túnicas Azuis #2: A prisão de Robertsonville

Foi hoje disponibilizado o segundo volume da colecção Os Túnicas Azuis, uma edição da parceria Público/ASA. "A prisão de Robertsonville" ("La prison de Robertsonville") é o primeiro dos nove episódios inéditos em Portugal que a colecção irá disponibilizar. "A prisão de Robertsonville" teve a sua estreia em 1974 na revista Spirou #1875, tendo sido editado em álbum no ano seguinte.

Neste episódio, o sargento Chesterfield e o cabo Blutch, habituados a escapar a situações de grande perigo, desta vez as coisas dão para o torto e são capturados pelos Confederados. Destino: Robertsonville, a prisão de onde ninguém consegue evadir-se! Este epíteto ameaçador, porém, não desencoraja os nossos dois Yankees, que vão fazer de tudo para fugir, incluindo disfarçarem-se com uniformes sulistas para iludir a vigilância dos guardas. O que talvez não seja a melhor solução para quem pretende alcançar as linhas nortistas…

Os Túnicas Azuis #2: A prisão de Robertsonville, Willy Lambil e Raoul Cauvin, Público/ASA, 48 pp., 6,95 € com o jornal Público

14 de novembro de 2016

Aniversário da Bedeteca José de Matos-Cruz

Hiper #43 nas bancas!!!

O Outono pode ter chegado, as folhas podem estar a cair, os dias estarem mais frios, os dias de sol serem mais pequenos... mas há algo com que podem continuar a contar, que não se alterou minimamente: a nossa super-divertida Hiper, com o Pateta a demonstrar isso mesmo na capa de mais uma edição emocionante! E não é só o Pateta que explora a selva, também o Mickey terá aí uma aventura onde encontrará, curiosamente, o que parece ser um parente perdido do seu melhor amigo, numa versão um pouco mais... selvática. Falamos de Mickey e o Patetatarzan! E da selva passamos para um ambiente um pouco mais oriental, com o Donald a aventurar-se no mundo misterioso do oriente, numa história onde a diversão estará uma vez mais garantida: Donald e o vaso vermelho dos Ming é uma história aos quadradinhos a não perder! Do Donald, passamos para o seu alter ego, com mais uma nova aventura do Superpato: Câmara/ação, que vai prender-te da primeira à última vinheta! E para que não vos falte mesmo nada, temos mais um capítulo das crónicas da fronteira que vos vai levar numa viagem até ao infinito e onde o inesperado vai acontecer: A traição! O título promete reviravoltas... Estas e outras histórias na tua Hiper #43!

13 de novembro de 2016

Especial Magia nas bancas!!!

Para aproveitarmos a presença de um certo mágico que invadiu os cinemas nas últimas semanas e a de outros que se seguirão, temos uma edição BD Disney dedicada única e exclusivamente à magia! Que melhores anfitriões podias ter se não os Mágicos de Mickey?! O Mickey, o Donald e o Pateta voltam a vestir a pele de feiticeiros e enfrentam uma vez mais os perigos do submundo! Será que serão uma vez mais bem-sucedidos? Bem... Para o saberes, terás que ler esta edição deveras mágica! Nem a Maga Patalójika faltou à chamada!

12 de novembro de 2016

Figuras de Tintin #19: Tchang aponta Hou-Kou

Tchang Tchong-Jen é a figura escolhida para a 19ª entrega desta colecção da Moulinsart, distribuída em Portugal pela Altaya.

Apesar de ser uma personagem emblemática das aventuras de TintinTchang só aparece duas vezes na série ("O lótus azul" e "Tintin no Tibete").

Para TintinTchang é uma alma gémea e um irmão com humanidade, sendo uma homenagem ao verdadeiro Tchang, escultor, quando estudante nos anos 30 na Bélgica, ajudou Hergé na elaboração do episódio "O lótus azul". 

Em 1981, Hergé e Tchang reencontraram-se e o chinês estabeleceu-se na Europa, aceitando o convite do ministro da Cultura francês.

A referência da figura, onde Tchang aponta o caminho de Hou-Kou, encontra-se na prancha 44, vinheta D1 do episódio "O lótus azul".

Figuras de Tintin #19: Tchang aponta Hou-Kou, livro de 16 pp.+estatueta+passaporte, Altaya, 12,99€

11 de novembro de 2016

Sandman #6 - Fábulas e reflexões

Já está nas bancas mais um volume da colecção Sandman, uma edição da Levoir com distribuição pelo jornal Público

Dividido em 8 contos fantásticos, todos eles fechados, este volume põe o leitor a sonhar de olhos bem abertos. Nele, o Senhor dos Sonhos dá-nos a conhecer os segredos que unem imperadores e actores, reis e demónios, divindades e seres da natureza, lobisomens e corvos. O sonho trágico de Orfeu é-nos revelado, mostrando como a relação entre pai e filho ficou para sempre marcada, e esta é uma das principais histórias da saga, que terá profundas consequências mais para a frente.

A intertextualidade é marcante em "Fábulas e Reflexões" ("Fables and Reflections") que reúne personagens de outras eras, de lugares e realidades diferentes. O resultado são histórias que não mais esquecerá, sobre sonhos de amor e de vida, de poder e escuridão.

Por questões de organização de volumes da colecção, a história ‘Ramadão’, geralmente incluída neste volume na versão original, será editada no volume 8 da colecção, ‘A Estalagem no Fim do Mundo’; esta alteração não tem qualquer impacto na leitura da saga completa, tratando-se de uma história curta, separada da cronologia da narrativa central.


10 de novembro de 2016

Top das vendas de BD em França de 14 a 30 de Outubro

1º lugar (novo)
Les Légendaires #19 - World Without : Artémus le Légendaire
Patrick Sobral
Delcourt

2ª lugar (=)
Lou! #7 - La Cabane
Julien Neel
Glénat

3º lugar (-2)
L’Arabe du futur #3 - Une jeunesse au Moyen-Orient, 1985-1987
Riad Sattouf
Allary

Juvebêdê #65

Numa amabilidade da Associação Juvemédia, chegou-me o número de Outubro da Juvebêdê, uma revista de informação bedéfila. 

Os destaques deste número vão para a edição de 2016 do certame de ilustração "Sardinhas" e para uma entrevista ao artista português José Ruy.

Juvebêdê #65, Outubro de 2016, 24 pp., cor, distribuição gratuita

9 de novembro de 2016

Os Túnicas Azuis #1: Os Cavaleiros do Céu

Iniciou hoje a nova colecção da parceria Público/Asa que congrega 15 volumes da série Os Túnicas Azuis.

O primeiro volume desta colecção tem o título de "Os cavaleiros do céu" ("Les cavaliers du ciel"), nona aventura da série, originalmente publicada na revista Spirou em 1976. Neste episódio, o 22º de Cavalaria foi quase totalmente aniquilado e o Capitão Stark foi capturado pelo inimigo. Os dois únicos sobreviventes são nada mais nada menos que o sargento Chesterfield e o cabo Blutch.

Privados da sua Cavalaria, os Yankees ficam mais vulneráveis e tentam encontrar uma forma de antecipar os movimentos das tropas confederadas. Graças a uma estranha invenção, o aeróstato, é possível enviar dois observadores pelos ares para espiar o inimigo. E, claro, são precisamente Blutch e Chesterfield quem vai ter a honra de testar a bizarra geringonça…

O episódio havia sido editado pela Edinter em 1984 e publicado na revista Jornal da BD #135.

Os Túnicas Azuis #1: Os Cavaleiros do Céu, Raoul Cauvin e Willy Lambil, 48 pp., cor, capa dura, 6,95 € com o jornal Público

L'immanquable #70

Já podemos encontrar nas bancas portuguesas a revista francesa de pré-publicação de BD, L'Immanquable, referente ao mês de Novembro.

A capa é dedicada ao novo episódio das novas aventuras de Ric Hochet.

O sumário deste número é o seguinte:
  • Prépublication / Les Nouvelles Enquêtes de Ric Hochet  #2, Meurtres dans un jardin français por Zidrou & Simon Van Liemt (2ª parte)
  • Prépublication / Thorgal  #35, Le Feu écarlate por Rosinski, Dorison & Van Hamme (3ª parte)
  • Brèves : Hergé au Grand Palais / La BD version Vuillemin
  • Prépublication / Vincent #1, Un saint au temps des mousquetaires por Dufaux e Jamar (4ª e última parte)
  • Brèves : Spirou et Fantasio collector / Le retour du Minus !
  • Prépublication / Millenium Saga  #1, Les Âmes froides por Dufaux & Jamar (2ª e última parte)
L'Immanquable #70, novembre 2016, 7,50€



8 de novembro de 2016

Prémios BD Disney


Casemate #97

Já se encontra disponível nas bancas portuguesas a Casemate de Novembro, revista francesa de informação bedéfila.

Acompanha este número um caderno especial dedicado a Mickey Mouse - Café Zombo, com comentários de Régis Loisel na homenagem do autor ao Mickey dos anos trinta do século passado. 

O sumário da edição é o seguinte:
  • Polina danse au ciné, après un pas de deux en BD
  • Ados djihadistes, drame du BataclanGalandon et Giudicelli s’interrogent
  • Journorama, revue de presse de l’actu BD
  • Nesme et Bleys s’envolent en tapis (+4 planches)
  • Le Lucky Luke de Jul et Achdé escorte une famille juive (+4 planches)
  • Marini déplume ses Aigles au fin fond de la Germanie (+4 planches) 
  • Une sélection de 37 BD à découvrir en novembre
  • Agenda : les 293 sorties de novembre, les festivals et les expos
  • Le Spirou de Frank Pé passe le flambeau, entouré d’animaux (+4 planches)
  • Bonin adapte La Délicatesse, et fait la part belle aux émotions (+4 planches)
  • Magritte sous toutes les coutures, de la pomme au chapeau (+4 planches)
  • Riff Reb’s prend le large, entre vagues et pirates
  • Augustin s’assoupit en compagnie de Vuillard
  • Le courrier du mois à la loupe

Casemate #97, novembre 2016, 84+32 pp., 7,50€

7 de novembro de 2016

Comix #183 nas bancas!!!

Chega mais uma edição muito especial da Comix às bancas! Bem... neste caso, como podes ver pela capa, é mesmo é espacial! O Mickey, o Pateta e a Minnie arriscam-se pela fronteira do espaço, em mais uma aventura a prestar homenagem a uma das sagas de ficção científica mais amadas do mundo! Não podes perder os dois capítulos de Star Trak - A terceira geração! Mas nem só de heróis do espaço se faz uma edição única! Também temos agentes especiais e super-heróis em fartura como é o caso do nosso hilariante paladino Superpato! Superpato e o doce cruzeiro vai ter aventuras em alto mar!!! Estas e muitas outras histórias na tua Comix de sempre!

O incrível mundo de Gumball #1

O Incrível Mundo de Gumball é uma criação de Ben Bocquelet. O presente volume tem o argumento de Frank Gibson com desenhos de Tyson Hesse.

Gumball, Darwin e os seus amigos tomam de assalto o mundo da banda desenhada! Siga-os em quatro aventuras passadas em Elmore, onde Gumball recorre a medidas extremas para ser fixe… Darwin aprende karaté da maneira mais irritante possível… um jogo de apanhada foge ao controlo…
e uma pequena mudança de papéis na escola espalha o caos pela cidade. 

Inclui uma história curta do fenomenal desenhador Pranas Naujokaitis  (The Totally Awesome Epic Quest of the Brave Boy Knight, Dinosaurs in Space).


Autores

Ben Bocquelet nascido em França, animador, escritor e produtor dirigiu em 2003, The Hell's Kitchen. O conceito foi baseado numa série de comédia para a família, e alguns dos personagens de Gumball adotaram nomes de familiares de Ben – Nicole, Richard e Anais são os nomes da sua mãe, pai e irmã – Os Wattersons foram uma influência de Calvin e Hobbes, de Bill Watterson.

Frank Gibson mais conhecido pelo comic Tiny Kitten Teeth, um comic pintado à mão, escreveu o texto para Adventure Time 2014 Annual, Bee and PuppyCat e The Simpsons. A sua personagem favorita é Gumball, mas confessa gostar muito de escrever para a Anaís.

Tysson Hesse ilustrador de Boxer Hockey, Bravest Warriors, Archie's Sonic the Hedgehog, Megaman. Atualmente a trabalhar em outra série da Boom: Diesel.

O incrível mundo de Gumball #1, Frank Gibson e Tysson Hesse, Devir, 128 pp., cor, 9,99€

6 de novembro de 2016

Cyanide & Happiness: Zoo de porrada

Inicialmente produzido em formato de tiras para a internet, Cyanide & Happiness foi desenhado em 2004 e começou a ser publicado em Janeiro de 2005 nas redes sociais Myspace e Facebook (onde gerou mais de um milhão de visitas por semana).

O desenho quase infantil de Cyanide & Happiness contrasta com a temática adulta (e humor negro) e pode explicar o seu sucesso, reforçado pela política de partilha no site da Explosm (com cerca de 20.000 visualizações diárias).

Os personagens raramente têm nomes (embora surjam personagens tipo ao longo dos livros) e distinguem-se apenas pela cor da roupa.

Apesar da história datar de 2004, a maior parte do trabalho foi desenvolvido via skype; os autores só se encontraram pessoalmente na Comic-Con de San Diego, em 2007. No seguimento da publicação das tiras, surgiu The Cyanide & Happiness Show, uma série de filmes para a internet animados em flash.

Cyanide & Happiness: Zoo da porrada, Kris, Rob, Matt & Dave, Devir, 200 pp., cor, 14,99




5 de novembro de 2016

Sandman #5 - Um jogo de ti

"Um jogo de ti" ("A game of you") é o 5º volume da colecção Sandman, colocado à venda esta semana, numa parceria da Levoir com o jornal Público.

Neste volume encontramos como protagonista principal Barbie, uma personagem já nossa conhecida do volume 2 - "Casa de Bonecas". Barbie vive em Nova Iorque, sem dinheiro e num apartamento minúsculo, para onde se mudou após a sua separação de Ken. Para seus vizinhos e companheiros de aventura, o autor Neil Gaiman escolheu algumas figuras um tanto ou quanto peculiares e representativas de uma série de estereótipos: George, o vizinho rabugento, preconceituoso e maníaco, que colecciona fotos de Barbie (e que talvez seja mais do que aparenta à primeira vista), Hazel e Foxglove, um casal lésbico, Thessaly, a jovem intelectual de aspecto frágil (e que ela também poderá ser diferente do que parece) e ainda Wanda, uma mulher transsexual. E Sonho, embora tenha um papel a cumprir na história, é empurrado para segundo plano, permitindo-nos viver de perto a aventura de um grupo de humanos presos numa dimensão de sonhos e pesadelos..

"Um jogo de ti" é uma das mais aclamadas histórias de Sandman, um conto fascinante de sonhos de juventude perdida e do poder que eles exercem sobre a vida. Barbie sonha com um mundo em que é uma princesa desde a sua infância, mas o seu mundo de sonho foi conquistado por uma terrível entidade maléfica, o Cuco. E, à medida que esse sonho começa a alterar a sua realidade, nem a força combinada de uma bruxa, um transexual, um casal de lésbicas, e uma cabeça decapitada que fala, poderá ser suficiente para salvar os dois planos da existência.

Sandman #5 - Um jogo de ti, Shawn McManus, Collen Doran, Bryan Talbot, George Pratt e Stan Woch (des.) e Neil Gaiman (arg.), capa dura, cores, 11,90€


Tex: O segredo do juiz Bean

É lançado hoje no Festival de BD da Amadora mais um álbum da série Tex Willer. "O segredo do juiz Bean" é a obra escolhida para este lançamento, escrita por Mauro Boselli e desenhada por Pasquale Frisenda.

Como aconteceu no lançamento anterior ("Tempestade sobre Galveston"), os leitores poderão obter duas edições com capas diferentes.

Segundo rezam as crónicas, Roy Bean foi um excêntrico jurista norte-americano que se auto-proclamou de juiz. Personagem de filmes e de literatura, foi também fonte de inspiração para G.L. Bonelli que acabou por cruzar Roy Bean com Tex e Carson na aventura “La Legge do Roy Bean” desenhada por Letteri e publicada nos números 117 – 120 da colecção italiana. Robusto, barbudo e irrequieto, Roy Bean reaparece no caminho dos Rangers numa nova aventura, agora assinada por Boselli, e que marca o regresso de Pasquale Frisenda, agora na série regular, depois da sua estreia na magnífica aventura “Patagónia”, sobejamente elogiada por leitores e críticos. Desta vez, Tex e Carson estão no encalço de Lonnie Moon, um foragido que se aliou ao mexicano Pablo Morientes, com o intuito de se apoderar de vinte mil dólares, dinheiro roubado pelo irmão de Lonnie durante um assalto ocorrido anos atrás, tendo nessa altura sido acusado e condenado pelo juiz Bean. Acreditando que foi o próprio juiz que ficou com o dinheiro, Lonnie Moon fará tudo para obrigar Roy Bean a revelar a verdade, não hesitando em tentar matar Lily Langtry, uma actriz inglesa de visita ao Oeste americano e que é adorada e amada pelo juiz.

Tex: O Segredo do Juiz Bean, Mauro Boselli e Pasquale Frisenda, Polvo, p/b, brochado com badanas, 16,99€

Jessica Jones: Alias Volume 2

As aventuras da Vingadora que se tornou detective privada continuam em mais dois casos. Jessica Jones viaja para uma pequena cidade do interior, uma cidade cheia de preconceitos e racismo, para investigar a desaparição de uma adolescente que todos acreditam ser uma mutante... mas será mesmo? E, logo depois, a nossa investigadora azarada vai sair num encontro com... o Homem-Formiga?!

Continuam as aventuras da heroína de banda desenhada da Marvel que deu origem à série de TV da Netflix com o mesmo nome! Alias volume 2 apresenta-nos mais dois casos da vida da super-heroína que abandonou os Vingadores para se tornar detective. E inclui também um dos mais aclamados números de sempre da série, e considerado uma das histórias curtas mais importantes da década em saiu, o número 10 da série:

J. Jonah Jameson contrata Jessica Jones para descobrir a identidade secreta do Homem-Aranha, usando as suas conexões com outros super-heróis! Pela primeira vez ouvimos falar do passado de Jessica como heroína, mas Jessica engendra um plano... diabólico. Contada de modo diferente do habitual, em painéis experimentais de uma página, pintados a aguarela, e focando o diálogo rápido, divertido e feroz que era a marca de Bendis na altura, como se estivéssemos a ver um ecrã de TV, este história curta foi escolhida pela revista Wizard como um dos 100 melhores números de sempre dos comics.

Inclui um extenso caderno de esboços e arte de David Mack, o criador das capas da série.

Este volume reúne os #10 a #15 da série original de Alias.

Jessica Jones: Alias Volume 2, G. Floy, Brian Michael Bendis e Michael Gaydos, 152 pp., capa dura, 12,99€