29 de outubro de 2010

Super-Heróis - Figuras de Colecção











Chegaram-me as figuras nº 25, 26, 27 e 28 da colecção da DC Comics, acompanhadas pelos respectivos fascículos. As figuras retratadas são a Deadshot, Black Adam, The Creeper e Spectre.

Deadshot ganhou a fama de ser um super-herói a soldo, frio e calculista. Porém, apesar da sua reputação obscura, também lutou para se redimir de todos os actos violentos que cometeu.

A história de Black Adam remonta à época dos faraós. Ao longo das eras Black Adam tem sido quer um herói quer um verdadeiro atormentador da Terra. Andrew Goletz conta-nos a história do atribulado portador do poder de Shazam.

A Força Espectral foi criada como um instrumento de punição divina. Durante uns anos esteve ao serviço de diferentes seres humanos para dar origem ao sombrio espírito conhecido por Spectre.

Todos os super-heróis têm uma pequena dose de loucura, mas no caso de Creeper é considerável. Há quem diga que é desequilibrado; para outros, é simplesmente um psicopata.

27 de outubro de 2010

O Escorpião #6


A ASA vai editar o 6º volume da série O Escorpião de Desberg e Marini. Neste episódio, «O tesouro do templo» (Le trésor du temple), o Escorpião, a cigana Méjai e Ansea, conseguiram libertar-se da gruta de Capadócia na qual julgavam poder encontrar a verdadeira Cruz de S. Pedro e o fabuloso Tesouro dos Templários. Uma inscrição numa espada parece indicar uma pista que conduz à última fortaleza dos Templários... Será o Escorpião, Méjai ou Ansea a levar até Roma a verdadeira Cruz de Pedro?”


O Escorpião, «O Tesouro do Templo», Desberg e Marini, ASA, 2010, 46 pp, 16 €

Novos álbuns do Tintin da ASA




A ASA, detentora dos direitos de edição em Portugal das edições de Tintin, vai editar mais três álbuns da nova colecção em novo formato: «A ilha negra», «O ceptro de Ottokar» e «O caranguejo das tenazes de ouro».

TINTIN – A ILHA NEGRA

“Ao ajudar um avião com problemas, Tintin leva um tiro. Encontra pistas dos agressores e os indícios levam-no até Inglaterra onde um certo Dr. Müller tenta matá-lo. Após conseguir escapar, Tintin persegue-o. Encontra vestígios do agressor na Ilha Negra, conhecida por ter uma "besta". É lá que descobre o esconderijo de uma quadrilha: Müller e seus comparsas, que são falsificadores de dinheiro. Tintin consegue prendê-los e revela a verdadeira natureza da besta: um gorila.

A primeira versão da Ilha Negra data de 1938 e a colorida de 1943. Em 1965, Hergé redesenhou inteiramente o álbum a pedido dos seus editores ingleses, que julgavam a representação da Grã-Bretanha ultrapassada. Pode observar-se um certo desequilíbrio entre o desenho moderno e Tintin, que continua o dos anos 30. De facto, A Ilha Negra é o único álbum da série que tem três versões diferentes.

TINTIN – O CEPTRO DE OTTOKAR

Tintin, acompanhando um velho professor, chega a um pequeno país do Leste da Europa, chamado Sildávia. Descobre que outro país, a Bordúria, quer apoderar-se do controle do reino, roubando o Ceptro de Ottokar. Este é venerado pelo povo e o imperador deve usá-lo no desfile de São Vladimir, festa nacional da Sildávia, caso contrário perderá o direito ao trono. Tintin descobre isto e tenta avisar o imperador, mas é impedido de entrar no palácio real, o castelo de Kropow, que está fortemente protegido por tropas imperiais. Apesar disso, o espião da Bordúria, Mustler, consegue roubar o Ceptro e tenta fugir do reino. Tintin consegue recuperar o Ceptro e retorna ao palácio, mesmo antes do começo do desfile. Assim a Sildávia mantém a independência.

? Nesta aventura é apresentada a personagem Bianca Castafiore.
? O nome Mustler é uma paródia com os nomes Mussolini e Adollf Hitler;
? Os habitantes da Bordúria assemelham-se aos nazis, devido aos aviões e aos uniformes.

TINTIN – O CARANGUEJO DAS TENAZES DE OURO

O caso da morte de um marinheiro investigado por Dupond e Dupont, está relacionada com o que parece ser uma lata de caranguejo. Tintin embarca num cargueiro chamado Karaboudjan, onde é capturado por um bando de criminosos que escondem droga dentro de latas iguais. Tintin consegue escapar num bote, juntamente com o capitão do navio, Haddock, que completamente alcoolizado acaba por afundar o bote. Entretanto, um hidroavião tenta matá-los, mas os nossos heróis conseguem apoderar-se dele, acabando por se despenhar no deserto. São salvos pela legião estrangeira francesa que os leva até um porto em Marrocos, onde o capitão Haddock reconhece o seu navio. Tintin e a polícia conseguem capturar a quadrilha.
Tintin, «A ilha negra», «O ceptro de Ottokar», «O caranguejo das tenazes de ouro», Hergé, ASA, 2010, 8.90 €/cada

24 de outubro de 2010

Blacksad - Pack de 4 volumes





A FNAC em parceria editou em parceria com a ASA um pack com os quatro volumes editados em Portugal da série de Cañales e Guarnido acompanhado por um desenho da série em formato A4.

Assim, aproveitei e fiquei com a colecção completa de Blacksad a um preço módico de 45 €.

Blaksad, pack «Algures entre as sombras», «Arctic-Nation», «Alma Vermelha» e «O inferno e o silêncio», Cañales e Guarnido, ASA

22 de outubro de 2010

As Aventuras de Lucky Luke segundo Morris #4

Aproveitando o lançamento no mercado francófono, a ASA editou o 4º volume d' As Aventuras de Lucky Luke segundo Morris: Lucky Luke contra Pinkerton. O desenho continua a ser do francês Achdé (Harvé Darmenton) com argumento de Daniel Pennac e Torino Benacquista. Pinkerton foi o pioneiro das agências de detectives privadas, que inspirou os actuais serviços secretos. Como xerife de Chicago, Pinkerton, democrata e esclavagista, havia erradicado o crime. Tremendamente ambicioso, Pinkerton incarna o nascimento do FBI e da CIA.
Esta edição tem a particularidade de ter três capas, uma da ASA, outra exclusiva para as lojas FNAC e a última numa edição do jornal Público. Um espectáculo!

As Aventuras de Lucky Luke segundo Morris #4, «Lucky Luke contra Pinkerton», Achdé, Pennac e Benacquista, ASA, 2010, 48 pp.

Gaston #16


... e o 16º!


Gaston #16, «Tabefes para o Lagaffe», Franquin, Público/ASA, 2010, 47 pp.

Gaston #15


... E o 15º volume!


Gaston #15, «É só broncos», Franquin, Público/ASA, 2010, 47 pp.

Gaston #14


Um pouco atrasado, mas adquiri hoje os três volumes em falta da colecção Gaston do Público/ASA.


Gaston #14, «Gafes, argoladas e trapalhadas», Franquin, Público/ASA, 2010, 46 pp.

20 de outubro de 2010

Astérix & Companhia


Amanhã, 21 de Outubro, a ASA vai colocar em comercialização Astérix & Companhia, um pequeno livro para os mais pequenos com as célebres personagens de Goscinny e Uderzo.

“Muitos leitores estão convencidos de que os personagens das aventuras de Astérix o Gaulês são estrelas! Mas os nossos heróis, que entendem por bem não levar isto nada a sério, decidiram brincar com este vedetismo, Assim, um a um, os gauleses, os romanos, os piratas e outros, expuseram-se pessoalmente, posando sob os holofotes, para tirarem um retrato à maneira das estrelas dos tempos áureos de Hollywood".

Astérix e Companhia, Uderzo e Goscinny, Asa, 2010, 5,90 €

Figuras Marvel #3 e #4


Recebi hoje as figuras Marvel #3 e #4, acompanhadas pelos respectivos fasciculos. Tratam-se do The Thing e do Capitão América.
Ben Grimm (The Thing) tem sido um dos principais pilares do Universo Marvel. Foi o herói destacado do último filme e é o único membro dos Fantastic Four que protagonizou uma série de êxito, chegando a aparecer num episódio com os Flinstones.
Captain America é uma lenda viva e o herói mais antigo dos comics Marvel. Após um período de certo desinteresse a personagem reviveu com o crescimento da Marvel no princípio da década de 1960. Tornou-se o primeiro dos seus heróis a chegar ao grande ecrã e foi o membro principal da primeira equipa da Marvel, Avengers, desde que se juntou a ela. Pela primeira vez revelamos alguns dos seus maiores segredos…

Figuras Marvel de Colecção, #3 e #4, miniatura+fascículo, Altaya

18 de outubro de 2010

Boletim do CPBD #131


Datado de Setembro de 2010, saíu para os sócios do Clube Português de BD o Boletim #131. Este número é quase totalmente dedicado à 2ª parte do extenso artigo de Paulo Duarte, «Dan Dare - 60 anos de aventuras». Esta 2ª parte retrata a história do herói de 1977 aos nossos dias. A completar este artigo, é publicada as partes 5 a 8 de uma aventura de Dan Dare por Grant Morrison e Ryan Hughes.

Lamenta-se que o artigo não publique uma quadrifilografia da obra editada em Portugal.

Deixamos a mesma aqui:

[-] (Pilote of the future) ,1950, Hampson, Mundo de Aventuras Especial #20

[-] (The red Moon mystery), 1950, Hampson, Mundo de Aventuras Especial #26

[-] (Marooned to Mercury), 1950, Hampson, Mundo de Aventuras Especial #31

Os prisioneiros do espaço (Prisoners of Space), Hampson, Titã (Fomento) #25 a #42

O reino dos autómatos (Reign of the robots), Hampson, O Falcão (1ª série) #14 a #82

O planeta desconhecido (?), Bellamy, Foguetão #1 a #13 e Cavaleiro Andante #535 a #549


Boletim do CPBD #131, Setembro de 2010, 68 pp, exclusivo para os sócios

13 de outubro de 2010

Spaghetti - O senhor da pirâmide

O senhor Spaghetti é um pequeno italiano impertinente, sempre à procura de um meio honesto de ganhar a vida. Exerce mil e uma profissões. Quando encontra o seu primo Prosciutto, começam os azares e as catástrofes... A série Signor Spaghetti aparece pela primeira vez em 16 de Outubro de 1957 no Tintin belga com desenho de Dino Attanasio e argumento de René Goscinny. Goscinny, preenchido com muito trabalho, larga a série, com os textos a serem assegurados por Meys, Greg, Francel, Bocquet e Fromental. Em Portugal, a série foi publicada no Álbum do Cavaleiro Andante, Zorro, Tintin e em álbum pela Editorial Íbis, Distri Editora e, mais recentemente, pelo Público.

Veja a bibliografia completa de Spaghetti no BD Nostalgia.

Hoje, recebi o último álbum que me faltava na colecção: O tesouro da Pirâmide.


Spaghetti, «O Senhor da Pirâmide», Attanasio e Francel, Distri Editora, 1984, 46 pp

Zoo #27


Chegou-me o #27 do magazine cultural de BD e artes visuais Zoo. É uma revista gratuita disponível em todos os pontos livreiros de França. Neste número podemos destacar, além de muita informação sobre o mercado da BD, quer ao nível das edições, quer ao nível das exposições e certames, os seguintes pontos:


  • Dossiê sobre a aviação na BD;

  • Entrevistas com Nicolas Hulot, Derib, Joann Sfar, Moebius, Midam

Zoo #27, Setembro/Outubro 2010, 84 pp., gratuita

11 de outubro de 2010

Os Cinco em Banda Desenhada

Quem não se recorda d' As Aventuras dos Cinco? A sua autora, Enid Mary Blyton, nascida em Inglaterra em 1897, é, contudo, mais conhecida pela sua criação, o boneco Noddy, personagem que actualmente é a delícia dos mais pequenos, fazendo estrondosas fortunas em livros, merchandising, cinema de animação e espectáculos ao vivo.

As Aventuras dos Cinco (The Famous Five) tiveram 21 livros, editados em 1942 e 1963, e relatavam as aventuras de quatro jovens amigos, membros de um clube, e do seu cão. Mais tarde, e na mesma linha, cria o Clube dos Sete (Secret Seven), do qual são publicados 15 aventuras. Em Portugal, todas estas aventuras estão editadas pela Editorial Notícias.

Também a Editorial Notícias publicou, nos anos 80, a série Os Cinco em Banda Desenhada (Le Club des Cinq), com argumentos de Serge Rosenzweig e desenhos de Bernard Dufossé e, depois, de Carlo Marcello. A série foi de 6 episódios e foi totalmente editada em Portugal. Hoje, recebi o último volume que me faltava.

Bibliografia da série editada em Portugal pela Editorial Notícias (argumento de Rosenzweig)
  1. O tesouro do galeão de ouro (Le trésor du Galion d'Or), desenhos de Dufossé

  2. O deus inca (Le dieu inca), desenhos de Dufossé

  3. O segredo dos Templários (Le secret des templiers), desenhos de Dufossé

  4. O cemitério dos gigantes (Le cimetiére des géants), desenhos de Dufossé

  5. O castelo do barão de ferro (Le castel du baron de fer), desenhos de Marcello

  6. O abismo do diabo (Le gouffre du diable), desenhos de Marcello

Os Cinco em Banda Desenhada, «O castelo do barão de ferro», Marcello e Rosenzweig, Editorial Notícias, 1988, 46 pp

9 de outubro de 2010

dBD #47

Recebi ontem o #47 da revista de divulgação e informação de BD [dBD], datado de Outubro de 2010. Além da habitual rubrica de notícias sobre o mundo da BD francófona e do caderno crítico das últimas edições bedéfilas, saliento:


  • Entrevista a Daniel Pennac, desenhador da série As Novas Aventuras de Lucky Luke, no aparecimento do seu tomo 4;

A nova série de Jean Dufaux, Barracuda;

O novo álbum da série Les Chants des Stryges, de Corbeyran & Guérineau, com a publicação das primeiras sete pranchas;

O reaparecimento da série O Terceiro Testamento, com entrevistas a Alex Alice e Xavier Dorison (podemos deliciar-nos com as primeiras três pranchas);

E para os mais nostálgicos, a habitual rubrica de Henri Filippini, que neste número é dedicada à criação de Paul Deliège, Bobo.

[dBD] #47, Outubro de 2010, 98 pp, 8,90 €

8 de outubro de 2010

Casemate #30

Aí está o número de Outubro da revista francesa de informação sobre BD. São cem páginas de notícias e entrevistas acompanhadas de inúmeras pranchas de novidades bibliográficas. O número 30 tem os seguintes destaques:

  • Entrevista a Alex Alice sobre o lançamento do 1º tomo da 2ª série de O Terceiro Testamento, «Julius, Livre I»;

  • Entrevista a Yann, o desenhador da série XIII Mystery, acerca do 3º volume da série, «Little Jones»;

  • Jean Dufaux é o entrevistado da dupla que lança o 1º volume da nova série histórica, Barracuda;

  • Jean David Morvan fala-nos do 13º volume da série Sillage;

  • Jean Pierre Gibrat descobre-nos o 2º volume da segunda série de Matteo;

  • Entrevista aos novos autores (Benacquista e Pennac) das Novas Aventuras de Lucky Luke (Volume 4, «Lucky Luke contra Pinkerton»).

Casemate #30, Outubro 2010, 100 pp., 6,40€

5 de outubro de 2010

Blacksad #4 - O inferno e o silêncio

No próximo dia 7 é posto nas livrarias pela editora ASA o 4º volume do gato detective Blacksad: «O inferno e o silêncio» (L'enfer, le silence) de Juan Diaz Cañales (argumento) e Juanjo Guarnido (desenhos).

Nos anos 50, em Nova Orleães, graças a Weekly, um produtor de jazz chamado Fausto conhece Blacksad a quem incumbe uma missão: descobrir o paradeiro de Sebastien, pianista que desapareceu há já vários meses e que Fausto acredita estar uma vez mais a afundar-se no mundo da droga. O seu pedido torna-se ainda mais urgente, uma vez que Fausto sofre de cancro em fase terminal. Blacksad aceita a missão mas, pouco a pouco, vai descobrindo que Fausto não lhe disse tudo…

Blacksad #4, «O inferno, o silêncio», Guarnido e Cañales. 2010, ASA, 15,50 €

1 de outubro de 2010

Gaston #13 (Público/ASA)


E aí está o 13º volume da colecção Gaston Lagaffe.


Gaston #13, «Um bronco do piorio», Franquin, Público/Asa, 2010, 46 pp